Brasil

Gustavo: “Lusa pode sonhar com a Sul-Americana”

Um dos destaques da surpreendente campanha da Portuguesa, o zagueiro Gustavo falou ao blog.

 

O que se pode esperar da Portuguesa nesse campeonato?

Eu já vejo a classificação para a Sul-Americana como algo possível. Com 52 pontos, talvez 50 dá para ganhar uma vaga, o que seria bem importante para a Portuguesa, disputar uma competição internacional. Mas, antes disso, é importante garantir a permanência na Série A para 2013. Essa é a meta principal porque a Portuguesa não fez grandes investimentos como outros times. De qualquer forma, se você luta pela Sul-Americâna, você escapa do rebaixamento. Para isso, tem de fazer entre 42 e 45 pontos.

Qual é o ponto forte da Portuguesa?

Acho que é a união de todos. Todo mundo está unido para conseguir nossos objetivos. E com a presença do Dida, que dá muita confiança para o time, conseguimos um bom rendimento defensivo. Tomanos 20 gols em 21 jogos, é a quinta melhor defesa, juntamente com a do Corinthians.

Mudou muito em relação ao time que caiu no Paulista?

Eu fiz apenas três partidas no Paulista e fui afastado injustamente. No futebol, todos perdem e todos ganham e quiseram fugir dessa verdade, quiseram mudar o foco e culpar cinco jogadores. Mas, respondendo à pergunta, a confiança é que mudou. Os bons resultados levam a ter mais confiança. Hoje, vamos ao Rio enfrentar o Vasco com mais confiança do que fomos jogar em Mirassol para evitar o rebaixamento.

Como foi sua volta?

Primeiramente, o Geninho veio falar comigo e perguntou por que estava afastado. Disse que não sabia. Depois, veio o Candinho e perguntou se queria voltar. Aceitei e desde a segunda rodada ganhei um lugar no time.

Foram 18 jogos em 20 possíveis. Como você conseguiu?

Desde o início da minha carreira, levei poucos cartões amarelos. Não perco jogos por causa disso.

Como é o Geninho?

Ele é bom técnico, entende de futebol, sabe elogiar e sabe cobrar também. Com ele, conseguimos fazer bons jogos no 3-5-2 e também no 4-4-2.

Você, que jogou no Palmeiras, que conselhos daria ao time para não cair?

Primeiro, não se deve acreditar que time grande não cai. O Brasileiro é muito difícil. Depois, é preciso saber que diretoria e torcida não fazem o time reagir. Tudo está na mão dos jogadores. Eles lá, nós aqui, é que temos de levar o time para onde merece. Sabendo disso, é importante se fechar, estar unido e diminuir a taxa de erros. Não dá para chegar no final do campeonato precisando ganhar três das últimas cinco rodadas. Fica difícil.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.