Brasil

Guia do Brasileiro parte I

O Campeonato Brasileiro é o mais importante torneio de futebol do país. E com a fórmula de pontos corridos estabelecida, os clubes notaram que é preciso mais do que um punhado de bons jogadores para conseguir uma boa colocação na tabela.

A edição de 2010 conta com a volta do Vasco, uma das equipes mais tradicionais do país, além de Atlético-GO, o Guarani e o Ceará. Confira nessa primeira parte do guia um pouco sobre cada equipe participante.

Fluminense
Nome do clube: Fluminense Football Club
Cidade: Rio de Janeiro, RJ
Estádio: Mário Filho “Maracanã” (82.238 pessoas)
Destaque: Fred
Técnico: Muricy Ramalho
Posição em 2009: 16º

Depois de um final de Campeonato Brasileiro de 2009 sofrível, quando escapou de forma milagrosa do rebaixamento à Série B, o Fluminense trouxe alguns jogadores e manteve a base da equipe, com Darío Conca e Fred como principais nomes.

O time se mostrou instável nos primeiros meses do ano. Cuca foi fritado pelos resultados ruins no Campeonato Carioca, especialmente as duas derrotas nas semifinais de turno, contra Vasco e Botafogo. Cuca não aguentou a pressão e acabou demitido do cargo. Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro pelo São Paulo, para comandar o time. O elenco do Fluminense é bom, há jogadores com capacidade de decidir e um técnico competente, acostumado a ganhar a competição. É de se esperar que a equipe lute prelas primeiras vagas, por uma vaga na Libertadores.

Botafogo
Nome do clube: Botafogo de Futebol e Regatas
Cidade: Rio de Janeiro, RJ
Estádio: Estádio Olímpico João Havelange “Engenhão” (46.931 pessoas)
Destaque: Sebastian “Loco” Abreu
Técnico: Joel Santana
Posição em 2009: 15º

O Botafogo começou a temporada como o elenco mais fraco entre os quatro grandes clubes do Rio, sofreu uma goleada história do Vasco, que vinha da Série B e tinha cenário de tragédia anunciada. Estevam Soares acabou demitido, veio Joel Santana e o time mudou da água para o vinho – não em nomes, mas em comportamento. Aguerrida, a equipe conseguiu vencer os dois turnos e foi campeão carioca, tendo como destaque o setor ofensivo. A dupla de ataque gringa, Germán Herrera e Sebastian “Loco” Abreu, deu ao Botafogo algo que lhe faltava: o espírito brigador, raçudo e, porque não, vencedor.

O título carioca, porém, não pode tapar o sol com a peneira. O elenco do Botafogo não é suficiente para aguentar as 38 rodadas do Campeonato Brasileiro, com muitos jogos contra equipes fortes. O clube trouxe, ainda durante o carioca, o volante Sandro Silva, que estava no Palmeiras, e os meias Edno, do Corinthians, e Renato Cajá, que estava no Grêmio, ex-Ponte Preta. É uma melhora, mas para brigar pela parte de cima, é preciso mais.Com o atual elenco, o Botafogo deve ficar pelo meio da tabela.

Atlético-PR
Nome do clube: Clube Atlético Paranaense
Cidade: Curitiba, PR
Estádio: Joaquim Américo Guimarães “Arena da Baixada” (28.327 pessoas)
Destaque: Paulo Baier
Técnico: Leandro Niehues
Posição em 2009: 14º

O Atlético-PR lutou contra o rebaixamento em 2009, mas a briga pelo título do Campeonato Paranaense nos primeiros meses do ano pareceu aliviar essa situação. A derrota para o Coritiba, rebaixado à segunda divisão no Brasileiro, trouxe à tona as críticas e desconfianças em relação à equipe.

Paulo Baier, 35 anos, é o principal jogador da equipe. Com ele, o Atlético-PR ganha opção de jogo em bolas paradas e um bom passador na equipe. Outros jogadores devem ser bons coadjuvantes, como Bruno Mineiro, destaque no ano passado pelo rebaixado Naútico, o habilidoso, mas inconstante meia Netinho e o atacante Javier Toledo, que tem habilidade para marcar gols. Não parece suficiente para chegar à metade superior da tabela, e o clube corre risco de ter que lutar novamente contra o rebaixamento.

Vitória
Nome do clube: Esporte Clube Vitória
Cidade: Salvador, BA
Estádio: Manoel Barradas “Barradão” (35.632 pessoas)
Destaque: Júnior
Técnico: Ricardo Silva
Posição em 2009: 13º

Forte no âmbito estadual, o Vitória chega para o Campeonato Brasileiro sonhando com as posições na parte de cima da tabela, mas com a realidade mais palpável de ter que brigar para não ficar nas últimas posições. O experiente meio-campista Ramón Menezes, 37 anos, ex-Vasco, comanda o meio-campo dos rubro-negros, com Bida ao seu lado.

O destaque da equipe tem sido o atacante Júnio, 33, anos, experiente jogador que passou por clubes na Espanha, Bélgica, França, Inglaterra, Dinamarca e Suécia – nunca, porém, se firmando em nenhuma dessas equipes. O Vitória tem tudo para chegar ao Brasileiro com o campeão baiano. Ainda assim, precisará de um elenco melhor para não correr risco de cair para a segunda divisão.

Santos
Nome do clube: Santos Futebol Clube
Cidade: Santos, SP
Estádio: Urbano Caldeira “Vila Belmiro” (20.120 pessoas)
Destaque: Neymar
Técnico: Dorival Júnior
Posição em 2009: 12º

Sensação dos primeiros meses de 2010, o Santos começará o Campeonato Brasileiro como um dos favoritos. O futebol apresentado pela equipe encantou e revelou a excelente fase dos garotos Paulo Henrique Ganso, 20 anos, e Neymar, 18, grandes protagonistas do elenco santista e já cotados para serem chamados à seleção. O Santos ainda tem o ídolo Robinho, nome certo na Copa do Mundo, como um dos seus atacantes, além de outro atacante, André, que tem marcado muitos gols pela equipe da Vila Belmiro.

O Santos conta ainda com alguns coadjuvantes que tornam a equipe forte. O meio-campista Marquinhos, ex-Avaí, se firmou na posição. O meia/lateral Wesley, que voltou de empréstimo ao Atlético-PR, mostrou versatilidade e talento, além de aplicação na marcação, conseguida no tempo que ficou no clube paranaense. Com os talentos PH Ganso e Neymar e coadjuvantes de luxo, a expectativa é que o Santos mantenha o bom futebol no Brasileiro e brigue pelo título da competição. Resta saber se haverá fôlego para as 38 rodadas – e se o elenco santista não será afetado pela janela de transferências no meio do ano.

Grêmio Prudente
Nome do clube: Grêmio Prudente Futebol LTDA
Cidade: Presidente Prudente
Estádio: Eduardo José Farah “Prudentão” (44.414 pessoas)
Destaque: Tadeu
Técnico: Toninho Cecílio
Posição em 2009: 11º

O Grêmio Prudente fará sua estreia no Campeonato Brasileiro já na primeira divisão. Isso porque o time mudou de nome e de cidade, deixando de ser Grêmio Barueri para ser Grêmio Prudente, passando a mandar seus jogos em Presidente Prudente. No elenco, houve muitas mudanças em relação a 2009, mas o time conseguiu fazer uma boa campanha no Campeonato Paulista, de forma surpreendente, e chegou às semifinais – foi eliminado pelo Santo André, time que disputa a Série B neste ano.

O bom desempenho local não deve ser parâmetro para o Campeonato Brasileiro. O elenco do Grêmio Prudente sugere que o time deve lutar na metade de baixo da tabela, muito provavelmente para evitar o rebaixamento à Série B. O destaque do time é o atacante Tadeu, ex-São Paulo, Grêmio e Juventude. O jogador foi o artilheiro da equipe no Campeonato Paulista, com sete gols marcados.

Vasco
Nome do clube: Club de Regatas Vasco da Gama
Cidade: Rio de Janeiro, RJ
Estádio: São Januário (25.000 pessoas)
Destaque: Carlos Alberto
Técnico: Gaúcho
Posição em 2009: –

O Vasco voltou à divisão de elite do futebol brasileiro depois de fazer uma campanha consistente na Série B do Campeonato Brasileiro. Para o ano de 2010, porém, perdeu o técnico Dorival Júnior e fez muitas contratações. O time começou bem o Campeonato Carioca, chegou à final da Taça Guanabara, mas foi derrotado pelo Botafogo. Desde, então, demissão do técnico Vágner Mancini e futebol ainda mais irregular.

O time é excessivamente dependente do talento e liderança de Carlos Alberto, que não tem conseguido jogar consecutivamente devido à lesões. Outra válvula de escape do time é Phelippe Coutinho, meia talentoso, mas ainda muito jovem. O atacante Dodô tem qualidade técnica, mas só consegue boas atuações esporadicamente. O Vasco deve sofrer com a falta de qualidade do elenco e tende a ficar na zona intermediária da tabela.

Atlético-GO
Nome do clube: Atlético Clube Goianiense
Cidade: Goiânia, GO
Estádio: Serra Dourada (50.049 pessoas)
Destaque: Elias
Técnico: Geninho
Posição em 2009: –

Um dos times que subiram à Série A, o Atlético-GO chega ao Campeonato Brasileiro com entusiasmo. Além Dio acesso, o time está com as duas mãos na taça de campeão goiano – o rival Goiás, também na primeira divisão nacional, sequer chegou á decisão. O time é composto de diversos jogadores experientes, como o goleiro Márcio, que já marcou gol de falta que eliminou o Grêmio no Olímpico pela Copa do Brasil, o lateral Márcia Gabriel, ex-Coritiba, Thiago Feltri, lateral esquerdo ex-Atlético Mineiro e Goiás, Wescley, zagueiro ex-Corinthians e Vasco, o volante Ramalho, ex-São Paulo e Goiás, o meia Anaílson, ex-São Caetano, Lindomar, ex-Goiás, Rodrigo Tiuí, ex-Fluminense e Santos, e Washington, ex-Palmeiras e Sport. O meia Eilas, ex-Bahia, é um dos destaques do time – já marcou 12 gols no Campeonato Goiano.

A missão inicial do Atlético-GO é não voltar à segunda divisão – um desafio plausível para o elenco que tem. Mais do que isso parece difícil para o time, que deve disputar com o Goiás quem ficará mais bem colocado no Brasileiro – o único “título” possível para os goianos.

Guarani
Nome do clube: Guarani Futebol Clube
Cidade: Campinas, SP
Estádio: Brinco de Ouro da Princesa (32.453 pessoas)
Destaque: Walter Minhoca
Técnico: Vágner Mancini
Posição em 2009: –

Clube campeão brasileiro em 1978, o Guarani volta à Série A do Campeonato Brasileiro depois de ser rebaixado em2004. Em 2006, o time foi rebaixado para a Série C. Voltou à Série B em 2009 e já conseguiu voltar à Série A, se forma surpreendente. Um dos destaques do time na campanha do acesso foi Walter Minhoca, meia ex-Ipatinga. O atacante Ricardo Xavier, ex-Ituano, foi outro destaque – marcou 14 gols na Série B do ano passado.

Porém, a campanha na serei A2 do Paulista foi ruim e o time por pouco não foi rebaixado à A3, terceira divisão paulista. Terminou em 14° entre 20 times, não conseguiu o acesso à elite de São Paulo. O desastre no Paulista fez o time se mexer e contratar um pacote de jogadores para o Brasileiro. Fabiano, lateral esquerdo ex-Atlético-PR, São Paulo e Palmeiras, o lateral-direito Baiano, ex-Palmeiras e Santos, Rodrigo Heffner, lateral direito do Coritiba, Renan, volante ex-São Paulo e Atlético, e os atacantes Mazola e Roger, emprestados pelo São Paulo. A missão do Guarani será evitar ser rebaixado no Campeonato Brasileiro – uma tarefa que será complica para o Bugre.

Ceará
Nome do clube: Ceará Sporting Club
Cidade: Fortaleza, CE
Estádio: Governador Plácido Castelo “Castelão” (60.326 pessoas)
Destaque: Geraldo
Técnico: Paulo césar Gusmão
Posição em 2009: –

O Ceará conseguiu voltar à Série A depois de 16 anos. A campanha na Série B teve grande participação do meia Geraldo, destaque do time. O camisa 10 do vovô saiu do Ceará no início do ano para defender o Itumbiara, mas voltou ainda no estadual para tentar conquistar o título pelo clube.

Outro dos destaques do time é o meia Erick Flores, emprestado pelo Flamengo, habilidosa promessa das categorias e base da Gávea. O time contratou o atacante Clodoaldo, que rodou por times do Ceará e fez sucesso no vovô entre 2006 e 2007. No gol, Diego, ex-Flamengo, é outro dos jogadores do vovô com passagens por outros times. O time tem também o atacante Wellington Amorim, que já foi destaque no Marília, aos 33 anos. Como caçula, o Ceará tentará manter-se na Série A, e deve brigar contra o rebaixamento no campeonato.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo