Brasil

Geninho deixa a Lusa

Geninho já avisou Manuel da Lupa, presidente da Portuguesa: não dirigirá o time na segunda divisão do Paulista em 2013. Ele acredita que fez um bom trabalho – a possibilidade de manutenção na Série A do Brasileiro é muito grande – e que tem mercado ainda em campeonatos mais fortes do que aquele em que a Lusa foi parar após tantos erros no início do ano.

É um problemão a ser resolvido. Como conseguir um treinador de bom nível para a Série A que também aceite jogar a segunda do Paulista? A solução seria ter um técnico promissor no Paulistinha e apostar nele também no Brasileiro?

Não é o único problema no Canindé. Haverá uma debandada de jogadores: aqueles que tem contrato terminando, como Gustave, Bruno Mineiro e Dida já disseram que não ficarão. Para manter o goleiro, a diretoria chegou a prometer o privilégio de não precisar viajar para o interior, no Paulistinha. Ele apenas treinaria e jogaria em casa, mas Dida tem mercado e já foi sondado por Palmeiras e Grêmio. Bruno Mineiro pode ir para o Santos.

Será difícil segurar também quem tem contrato. Gente como Luís Ricardo, Marcelo Cordeiro, Ananias e Moisés, caso tenha convite, pedirá para sair. E terão o pedido aceito. É a regra do futebol em que vontades prevaleçam sobre assinaturas.

Mesmo equipes de terceiro escalão, muito abaixo da Portuguesa, serão concorrentes na construção do elenco. O São Bernardo procurou Valdomiro, o Botafogo quer Leo Silva e Diguinho. Esses jogadores analisarão duas opções: a) vou para uma equipe que disputa o Paulistão, que é boa vitrine, faço um bom papel e consigo vaga em time grande no Brasileirão ou b) disputo o Paulistinha, fico esquecido por alguns meses, mas já tenho emprego garantido no Braisleiro de 2013?

Com tantos problemas, a Portuguesa tem uma certeza: aproveitará o Paulistinha para dar oportunidade a jogadores jovens de seu elenco. O zagueiro Diego Augusto, o lateral Ivan e o meia Bruninho terão oportunidade para se firmar e buscar um lugar no time do Brasileirão. Time que, como em 2012, começará a ser montado nas vésperas do campeonato. Resta torcA ,n~so

Foto de Anderson Santos

Anderson Santos

Membro do Na Bancada, professor da Unidade Educacional Santana do Ipanema da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), doutorando em Comunicação na Universidade de Brasília (UnB) e autor do livro “Os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de Futebol” (Appris, 2019).
Botão Voltar ao topo