Brasil

Sem titulares e Diniz, Fluminense cede empate no fim para o Volta Redonda na estreia no Carioca

Com time formado quase totalmente por jovens de Xerém, Fluminense sai na frente com Lelê, mas cede empate para o Volta Redonda no fim da estreia no Carioca

A estreia do Fluminense no Campeonato Carioca foi sem vitória. Com um time formado quase completamente por jovens de Xerém, o Tricolor abriu o placar com Lelê logo no primeiro tempo, mas cedeu o empate para o Volta Redonda. No fim, o 1 a 1 foi um resultado justo para o que foi o jogo.

Lelê aproveita chance e marca primeiro do Fluminense em 2024

O Fluminense que deu os primeiros passos em 2024 era bem diferente do time campeão da Libertadores no ano passado. Ainda assim, mantinha o estilo de Fernando Diniz, que de férias, não esteve à beira do campo. Comandado por Marcão, o Tricolor não demorou muito a abrir o placar.

E um velho conhecido do Volta Redonda, adversário da estreia, voltou a mostrar que a Lei do Ex segue implacável no futebol brasileiro. Lelê já tinha finalizado uma vez quando a defesa do Voltaço deu bobeira e Arthur, com um toque, colocou o centroavante sozinho de frente para o gol. Aos 18 minutos do 18º dia do ano, o camisa 18 bateu colocado para abrir o placar e marcar o primeiro do Fluminense no jogo e na temporada.

Lelê marcou, mas Fluminense cedeu empate para o Volta Redonda na estreia do Campeonato Carioca em 2024 - Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC
Lelê marcou, mas Fluminense cedeu empate para o Volta Redonda na estreia do Campeonato Carioca em 2024 – Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC

Vitor Eudes pega pênalti para o Fluminense e evita empate

Quem também aproveitou a chance que teve foi Vitor Eudes. O goleiro que vive à sombra de Fábio, um titular que raramente perde jogos, teve a oportunidade de começar o jogo contra o Volta Redonda. E não decepcionou. Muito pelo contrário.

Eram 25 minutos do primeiro tempo quando Gustavo Apis foi afobado para a dividida e derrubou Italo na área. O árbitro marcou pênalti e o próprio atacante do Voltaço foi para a cobrança. Embaixo das traves, Vitor Eudes pegou o pênalti e o rebote em uma sequência sensacional de defesas para evitar o empate e salvar o Fluminense no Raulino de Oliveira.

Mais vertical, Fluminense incomoda o Volta Redonda

Uma diferença em relação ao time de Fernando Diniz era no ataque. Em vez de trabalhar mais com superioridade numérica de jogadores em setores do campo, o Flu até começava nesse estilo, mas tocava menos a bola e era mais vertical.

Assim, com poucos toques, incomodou o Volta Redonda, que talvez esperasse um Tricolor com mais posse e ataques em progressão. Foram muitas chances durante o jogo com Lelê, Isaac, João Neto e até Alexandre Jesus — um destaque negativo do jogo.

Volta Redonda retorna melhor do intervalo e quase empata

Com alterações, o Volta Redonda retornou melhor para a segunda etapa. O time da casa tentou explorar as costas de Cris Silva do lado esquerdo da defesa do Fluminense e teve sucesso. Sem tempo de bola e mal na marcação, o lateral que não deixou saudades e volta de empréstimo da Chapecoense teve dificuldades com Wellington Silva, MV e Júlio César.

O início animador parou, entretanto, em Vitor Eudes, que fez ao menos três defesas difíceis para evitar o pior para o Fluminense mais uma vez. O goleiro foi um dos destaques do jogo e ajudou a acalmar o time.

Marcão demora a mexer e Fluminense cede empate

Embora tenha conseguido equilibrar o jogo depois do ímpeto inicial do Voltaço, o Fluminense fez um segundo tempo modorrento. Mas mesmo com a atuação um pouco abaixo, o técnico Marcão demorou a mexer no Tricolor. O Volta Redonda foi gostando do jogo, e num lance despretensioso, chegou ao empate.

Eram 43 minutos do segundo tempo quando MV recebeu pela esquerda, lado oposto onde esteve na maior parte do jogo, cortou para dentro e bateu forte. A bola desviou em Felipe Andrade, o melhor em campo, e encobriu Vitor Eudes. O gol premiou a insistência dos donos da casa, que arrancaram empate do Tricolor.

Fluminense é o único grande a não vencer na estreia do Carioca

Sem seus titulares e principais reservas, além do técnico Fernando Diniz, o Fluminense foi o único grande que não venceu na estreia do Campeonato Carioca. O atual bicampeão da competição ficou na sexta posição com o ponto somado, ao lado do próprio Volta Redonda, no único empate da primeira rodada.

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo