Brasil

Fluminense apresenta uma camisa simplesmente maravilhosa para os 120 anos do clube

A camisa é uma obra de arte produzida pela Umbro e remete ao primeiro uniforme do Fluminense na história

O Fluminense apresentou uma dessas camisas que já nascem clássicas. No aniversário de 120 anos do clube, nesta quinta-feira, 21 de julho, foi apresentada a peça, feita pela Umbro, e que é simplesmente arte. É uma referência ao primeiro uniforme do Flu, em cinza e branco, com um estilo retrô que tem sido bastante explorado – ainda bem, aliás.

O novo uniforme traz o cinza e o branco divididos entre o meio da camisa e as mangas, além de detalhes em grená. O estilo social com gola e botões também faz referência ao uniforme utilizado nos primeiros anos da história do Fluminense.

A parte interna da gola, abaixo da nuca, exibe um patch com os dizeres: “Uma ideia genial reverbera por séculos. Se funde na história. Aquele 21 de julho de 1902 mudaria o futebol do Brasil e do mundo. Do tradicional bairro das Laranjeiras nasceu uma paixão. Que iniciou cinza e branco, mas quis o destino que fosse eternizada como tricolor”.

Na barra do corpo externa, o selo comemorativo pelos 120 anos do clube volta a aparecer, assim como nos uniformes tricolor e branco, destacando de maneira estilizada tanto o aniversário do Fluminense como seus brasões. A primeira opção do conjunto conta com calções na cor branca e meiões na cor cinza.

A camisa terá pré-venda exclusiva nas lojas oficiais do Fluminense e no e-commerce da Umbro a partir desta sexta-feira (22/07). Nas demais lojas, as vendas terão início no domingo (24/07).

Veja fotos da belíssima camisa:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo