Brasil

Ex-Corinthians negou Porto e milhões da Arábia Saudita: ‘Já tinha planos’

Felipe, zagueiro do Nottingham Forest, decidiu se aposentar do futebol para focar na família

No início de março, Felipe surpreendeu ao anunciar aposentadoria do futebol. Com 35 anos, o zagueiro decidiu pendurar as chuteiras ao término da temporada, quando também se encerra o contrato com o Nottingham Forest.

Quase três meses depois de comunicar sua decisão, o defensor enfim deu detalhes sobre o tema. Em entrevista ao podcast Gringolândia, do ge, o jogador revelou ter recebido propostas de clubes europeus e brasileiros, além de equipes sauditas, que roubaram a cena nas últimas janelas de transferências.

O assédio do mercado, porém, não seduziu Felipe, que manteve o plano de aposentadoria. Durante a entrevista, o zagueiro deixou isso claro.

— Pela questão financeira teve bastante coisa boa. Só que eu acho que hoje, colocando na balança minha família e o tempo de qualidade… Nada fazia passar esse processo, que eu já tinha planos. Acho que foi uma coisa tranquila. Sabia das consequências também. Tenho um plano pós-futebol. Foi tudo bastante pensado, né?

Quais clubes se interessaram por Felipe?

Segundo o ge, o Corinthians chegou a procurar Felipe no passado. Campeão brasileiro pelo Timão em 2015, o defensor atuou por quatro anos no clube e conquistou a confiança e respeito da torcida.

Internacional e Atlético-MG também sondaram a situação do jogador, que naquele momento preferiu permanecer na Europa.

No velho continente, Felipe recebeu uma oferta do Porto, clube que defendeu de 2016 a 2019, antes de se transferir para o Atlético de Madrid.

— Ah, olha, eu sinceramente prefiro não falar (nome dos clubes). No Brasil teve uns quatro, cinco times que procuraram. Em Portugal, o Porto, que teve uma proposta muito boa, portas abertas. E na Arábia, que era mais a parte financeira. Teve na Espanha também, aqui na Inglaterra… Mas prefiro não falar.

Por que Felipe decidiu se aposentar?

Felipe não mudará a decisão. Apesar da qualidade técnica acima da média e bom condicionamento físico, o zagueiro está se despedindo do futebol. O motivo dessa escolha? Família.

Felipe quer mais tempo com seus entes queridos, sobretudo pais e sogros, já que não tem filhos. A carreira de atleta o atrapalhava nesse sentido, e certo momento ele acusou o golpe.

— Na parte profissional sei que ainda tenho bastante tempo para jogar em alto nível. Mas a ideia mesmo foi pensando na minha família. Acho que um conjunto de fatores, tipo a idade dos meus pais, graças a Deus, todos vivos. Meu sogro e minha sogra também, que são pessoas maravilhosas e ajudaram bastante no processo do início da minha carreira.

Então, são pessoas, por exemplo, que não gostam muito de viajar de avião. Fica um pouco mais complicado. A gente fica fora e quer aquelas pessoas mais perto, para ter uma vivência. Sabemos que tem que abrir mão de muita coisa quando vem para fora. Não tivemos tanto tempo assim de qualidade, de viajar, fazer planos. Acho que esse é o momento, aproveitar enquanto todos estão aqui com saúde. Graças a Deus, sou muito novo e posso proporcionar muita coisa para eles ainda.

Carreira de Felipe

  • Felipe foi contratado pelo Bragantino em 2011. Na época, o técnico Marcelo Veiga assistiu a um DVD com lances do zagueiro e pediu a contratação imediata do jogador;
  • Após boa passagem no Massa Bruta, Felipe chamou atenção do Corinthians, que o comprou em 2012. No Timão, o defensor atuou por quatro anos e meio, foi campeão paulista e da Recopa, em 2013, e do Campeonato Brasileiro, em 2015. Ao todo, disputou 110 jogos e marcou oito gols com a camisa alvinegra;
  • Graças ao excelente desempenho no Corinthians, Felipe despertou interesse do futebol europeu. Em 2016, o Porto o contratou. E foi com a camisa do clube português que o brasileiro viveu a melhor fase da carreira. Foram 142 partidas, 11 gols e dois títulos ao longo de três temporadas;
  • No final de maio de 2019, o Porto confirmou a venda de Felipe ao Atlético de Madrid por 20 milhões de euros. Pela equipe colchonera, o zagueiro também teve sucesso e foi campeão de La Liga em 2020/21;
  • O defensor estava no Nottingham Forest desde o início de 2023. De lá para cá, entrou em campo somente 25 vezes;
  • Felipe tem dois jogos pela Seleção Brasileira: um amistoso contra El Salvador, em setembro de 2018, e um duelo de eliminatórias, diante da Bolívia em outubro de 2020.
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo