Brasil

Ei, começou o Brasileirão!

Em meio às semifinais da Copa do Brasil e da Libertadores, começou mais uma edição do Campeonato Brasileiro. Para a maioria das torcidas, em especial as envolvidas nos torneios eliminatórios, seria melhor que o campeonato nem existisse no momento, enquanto outras esperam por craques repatriados que só poderão jogar em agosto, graças ao nosso sensacional calendário.

Entretanto, o campeonato começou no último sábado, e quem fez a festa nas primeiras rodadas foram flamenguistas e atleticanos. No Engenhão, Ronaldinho fez grande partida, e ajudou o Flamengo a golear um Avaí cheio de reservas (por causa da Copa do Brasil) por 4 a 0, mas o que valeu foi o bom futebol apresentado pelo time. Bottinelli, Diego Maurício, Ronaldinho e Thiago Neves fizeram os gols do Mengão.

Já o Galo aproveitou um confuso e ressacado (pela eliminação na Copa do Brasil, diante do Vasco) Atlético Paranaense para fazer 3 a 0, em Sete Lagoas. Magno Alves, com dois gols, foi o astro da vitória. Toró completou o marcador. A partida marcou a estreia do ex-cruzeirense Guilherme pelo Atlético-MG.

Ainda no sábado, em Fortaleza, Ceará e Vasco, ambos com muitos reservas, já que estão envolvidos nas semifinais da Copa do Brasil, se enfrentaram com vitória cruzmaltina por 3 a 1. Entretanto, o Vozão vencia até os 32 minutos da segunda etapa graças a um gol de Cléber, quando Bernardo tornou-se protagonista da partida, anotando duas vezes num espaço de dois minutos, e no fim Jéferson ainda anotou mais um para o Vasco.

Na estreia do novo horário do futebol para os assinantes do serviço pay-per-view (sábado, 21h), um desfigurado Santos empatou com um Internacional sem inspiração em 1 a 1. O Peixe entrou com um time todo reserva, com direito até ao auxiliar Marcelo Martelotte comandando o time no lugar de Muricy Ramalho. Keirrison anotou o gol santista, enquanto Zé Roberto empatou para os colorados.

No domingo, o atual campeão não teve uma boa estreia. Em São Januário, o Fluminense foi derrotado pelo São Paulo por 2 a 0, com gols de Dagoberto e Lucas – que fez grande partida, confirmando a boa fase que o levou à seleção brasileira principal. Do lado tricolor paulista, até Rivaldo entrou na segunda etapa, mas deixou claro durante o tempo em que estava no banco de reservas que sua relação com o treinador Paulo César Carpegiani não é das melhores. O ex-meia da seleção brasileira ficou distante dos colegas de time e do treinador ao longo da partida.

Já no Flu, a torcida xingou Enderson Moreira de burro, o time de sem-vergonha. Pelo jeito, quanto mais rápido Abel Braga chegar, melhor para o tricolor carioca.

No Olímpico, o Grêmio perdeu a terceira partida seguida jogando em casa, e após começar vencendo, levou a virada do Corinthians, que venceu por 2 a 1. Liédson, que ia completar um mês sem balançar as redes, acabou com o jejum e fez o gol da vitória alvinegra. Chicão, de pênalti, marcou o outro gol corintiano, enquanto Douglas havia aberto o placar para os gremistas.

Jogando em São José do Rio Preto, Palmeiras e Botafogo fizeram uma partida truncada e sem muitos lances de emoção. Com ambos os times bastante desfalcados, Kléber acabou decidindo num belo gol para o Palmeiras. Do lado botafoguense, Maicosuel jogou 90 minutos pela primeira vez em oito meses, voltando de uma grave contusão.

Em Florianópolis, o Figueirense re-estreou na primeira divisão vencendo o Cruzeiro por 1 a 0, com um gol contra de Marquinhos Paraná. O Figueira jogou defensivamente, buscando contra-ataques, enquanto o Cruzeiro pouco fez para anular a boa marcação do time catarinense. Montillo foi uma figura apagada na equipe.

Em Curtiba, o Coxa foi derrotado pelo Atlético-GO por 1 a 0, com gol de Marcão. Foi a terceira partida sem vitória dos coxa-brancas, que estão na semifinal da Copa do Brasil contra o Ceará.

Fechando a rodada, num confronto entre dois recém-promovidos, o América-MG derrotou o Bahia, de virada, por 2 a 1, em Sete Lagoas. O Tricolor de Aço abriu o placar no primeiro tempo com Souza, mas dois jogadores que entraram no segundo tempo viraram para o Coelho: Rodriguinho e Alessandro.

Contratações

Todo começo de Brasileiro é assim, com os times se mexendo, perdendo jogadores para o exterior e tentando repatriar outros, além das transferências internas.

O América-MG trouxe, entre outros, o atacante Alessandro, artilheiro da noérie B do ano passado pelo Ipatinga, mas que passou quase despercebido pelo Sport no começo da atual temporada. Outro nome importante que chegou ao Coelhão foi Thiago Carleto, lateral-esquerdo revelado pelo Santos e que jogou no Valencia e no São Paulo.

No Atlético-GO, as contratações foram Felipe Brizola, atacante da Anapolina; Leonardo, zagueiro do Avaí; e Gérson, lateral do Fluminense.

O Atlético-MG, por enquanto, segue apenas com as contratações que fez antes do campeonato.

O Atlético-PR contratou, por empréstimo, o meia Cléber Santana, do São Paulo.

O Avaí trouxe o atacante Fábio Santos, que disputou o Paulistão pelo Oeste.

O Bahia trouxe o veterano meia Ricardinho, dispensado pelo Atlético-MG, além do goleiro Marcelo Lomba, do Flamengo, e de três jogadores do Bahia de Feira, campeão estadual: o atacante João Neto, o meia Diones e o goleiro Jair.

O Corinthians perdeu Bruno César para o Benfica e Dentinho para o Shakhtar Donetsk, mas fechou a contratação do meia Alex, do Spartak Moscou, e do atacante Emerson Sheik, que estava no Fluminense, além do meia Edenílson, do Caxias.

O Coritiba trouxe o meia Willian Leandro, do Corinthians Paranaense.

O Cruzeiro fechou com o meia Bruninho, do Bahia de Feira, e com o atacante Anselmo Ramón, que estava no Oeste.

O Figueirense contratou Joílson, lateral do Boavista carioca; Leandro Chaves, meia também do Boavista; Rhayner, meia do Grêmio Barueri; Roni, meia do Criciúma, e Aloísio, atacante da Chapecoense.

O Flamengo espera resolver o problema de sua lateral-esquerda com a contratação de Júnior César, que estava no São Paulo.

O Grêmio vem com dois reforços do exterior: o atacante Ezequiel Miralles, do Colo-Colo chileno, e o volante Gilberto Silva, que estava no Panathinaikos, da Grécia.

O Internacional atravessou o Corinthians e contratou o atacante Gilberto, revelação do Santa Cruz. Além deste, chegaram o atacante Siloé, do Horizonte cearense, e Jô, meia do Cruzeiro gaúcho.

O Palmeiras, por enquanto, só acertou com o atacante Maikon Leite, do Santos, e com o lateral Paulo Henrique, do Paraná Clube.

O Santos contratou Roger, meia do Oeste, e o atacante Rychely, do Santo André.

No São Paulo, confirmadas apenas as saídas de Miranda para o Atlético de Madri, Cléber Santana para o Atlético-PR e Júnior César para o Flamengo.

Libertadores: Santos nas semifinais

Após vencer por 1 a 0 na Colômbia e empatar em 1 a 1 no Pacaembu, o Santos encara o Cerro Porteño pelas semifinais do torneio continental. A primeira partida é nesta quarta, no Pacaembu (São Paulo) e a volta uma semana depois, em Assunção. As duas equipes ficaram no mesmo grupo na competição, e nos jogos entre elas, empate de 1 a 1 na Vila Belmiro e vitória santista por 2 a 1 em Assunção.

Muricy Ramalho deve repetir o time que terminou a partida de volta contra o Once Caldas, com Pará na lateral-direita no lugar de Jonathan, machucado, e Elano jogando mais adiantado no meio, à frente de Adriano, Arouca e Danilo. No ataque, Zé Eduardo, mesmo num jejum de gols, segue como titular.

Na outra semifinal da Libertadores, o Peñarol uruguaio pega os argentinos do Vélez Sarsfield. A primeira partida acontece em Montevidéu.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo