BrasilSérie B

10 destaques do Brasileiro Série B, C e D

Se destacar nas divisões de acesso não é garantia nenhuma de ter sucesso na divisão principal, mas é um bom começo. Além disso, costuma ser uma forma mais barata que os clubes têm de conseguir contratar. Sem contar que as Séries B, C e D possuem um charme em si, só pelo fato de serem disputadas e renderem aos quatro primeiros  um título (como diz o Ricardo Henriques, vulgo @calhau, as divisões de acesso têm quatro campeões).

A Trivela então elaborou uma lista com dez nomes que se destacaram na Série B, Série C ou Série D, as três divisões de acesso do futebol brasileiro. Fique atento a esses jogadores, que subirão de nível de alguma forma – no mínimo, jogarão com um olhar mais atento na próxima temporada, mas a maioria subiu de divisão ou pode até deixar o time, desejado por alguma equipe da Série A.

SÉRIE B
Lucca, meia (Criciúma)

Meia criativo, atua bem pelo meio ou jogando nos lados do campo. É um jogador que se apresenta para a partida e um dos principais responsáveis pela boa campanha do Criciúma na temporada. Fez 11 gols na Série B e ajudou o seu companheiro de time, Zé Carlos, a ser o artilheiro da competição com 27 gols. O São Paulo surgiu com muito interesse no jogador, o Atlético Mineiro também, mas quem está próximo de levar é o Cruzeiro.

Marcelo, atacante (Atlético Paranaense)

O atacante, de 20 anos, fez um bom Campeonato Brasileiro pelo Furacão e se destacou pela sua velocidade em campo. Foi o artilheiro do time no campeonato com 16 gols e ajudou o time a garantir o terceiro lugar e subir para a Série A. Com 1,82 metro de altura, surge como um jogador promissor para 2013.

Manoel (Atlético Paranaense)

Não é nenhum garoto, mas está no mercado há algum tempo e gera interesse de diversos clubes. Tem 23 anos e apesar de não estar entre os zagueiros mais altos (1,81m), tem boa impulsão, é rápido e pode jogar dos dois lados da zaga. É um jogador valorizado, o que significa que pode custar caro, mas é uma boa contratação.

Ernando (Goiás)

Formou a melhor defesa do Brasileiro da Série B. Se destacou primeiro ao lado de Rafael Tolói, que acabou sendo vendido ao São Paulo, depois, tornou-se um dos melhores jogadores do campeonato, dando segurança à equipe. Aos 24 anos, é um jogador que será importante para o Goiás na próxima temporada – ou pode ser um bom reforço a quem se dispor a pagar por ele.

Mansur, lateral esquerdo (Vitória)

Depois de trocar o Bahia pelo Vitória no início do ano, Mansur terminou 2012 em alta. Foi titular no fim da campanha do Leão na Série B, foi convocado para a seleção sub-20 e ainda jogou a Copa do Brasil sub-20. Tem um chute forte de fora da área e é um jogador forte. Aos 19 anos, é promessa de um lateral esquerdo que une força e técnica.

Bryan, lateral esquerdo (América Mineiro)

Lateral habilidoso, o jogador de 20 anos se destacou no lado esquerdo do América Mineiro. Tem características que foram comuns aos laterais esquerdos dos anos 1990:veloz, habilidoso e chega fácil ao fundo. Mineiro de Belo Horizonte, chegou a ser especulado no Cruzeiro.

Ricardo Goulart, meia (Goiás)

O meia foi um dos melhores do campeonato e, apesar de jogar muitas vezes com a camisa 9, é quem ajudava a criar as jogadas. Chegava para concluir com facilidade, se tornando um atacante quando o Goiás tem a bola. Marcou 12 gols na Série B e conseguiu destaque. Está próximo de ser anunciado pelo Cruzeiro.

SÉRIE C
Fabiano Leismann, zagueiro (Chapecoense)

Aos 21 anos, já vinha sendo destaque do time no Campeonato Catarinense e na Série B o jogador se consolidou como um dos bons nomes do time do oeste de Santa Catarina. Ajudou a equipe a fazer a ótima campanha que resultou no acesso à Série B e já chamou a atenção de olheiros de clubes do exterior, que monitoram a sua evolução. Pode ser negociado para  que a Chapecoense levante recursos.

Wanderson, meia-atacante (Oeste)

Um dos destaques do campeão da Série C, o meia-atacante tem como um dos seus trunfos a bola parada. Foi dele o primeiro gol do time na final contra o Icasa, quando o Oeste venceu por 2 a 0 e a equipe paulista garantiu o título. Mostrou que tem habilidade, mas é sempre questionado por ser baixo – tem 1,67 metro.

SÉRIE D
Eloir, volante (Sampaio Correa)

Volante canhoto, de 25 anos, é um dos melhores jogadores do campeão da Série D. Joga com a cabeça erguida, pensa o jogo e chega bem ao ataque. Pode jogar como um bom segundo volante ou como meia, um terceiro homem de meio-campo. É barato e pode servir como reforço para clubes que possuem orçamento mais curto.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo