Brasil

De La Cruz se despede do River com título, algo que almeja mais do que nunca no Flamengo

Contratado pelo Flamengo por R$ 78 milhões, De La Cruz tem o DNA vencedor que o clube precisa para 2024

Nicolás De La Cruz é jogador do Flamengo, mas isso já não é segredo para ninguém desde a última semana. O meia uruguaio acertou as últimas pendências junto ao Rubro-Negro, que vai pagar a multa rescisória de R$ 78 milhões ao River Plate. O jogador, inclusive, se despediu da equipe com vitória sobre o Rosário Central e título da Supercopa da Argentina. Os canecos precisam acompanhá-lo na passagem ao Rio de Janeiro.

Depois de um 2023 muito conturbado, o Flamengo promete investir pesado na janela de transferências e começou com a contratação de De La Cruz. O objetivo é voltar ao caminho das glórias em ano tão importante, de eleição no clube. Multicampeão pelo River Plate, o meia uruguaio só tem a agregar em um elenco que já é cascudo.

De La Cruz é destaque absoluto do River Plate desde 2019 (Foto: Divulgação/CARP)

De La Cruz jogou bem, tentou esconder o acordo, mas não deu certo

O camisa 11 entrou em campo pela última vez com a camisa do River Plate e deixou um gostinho de quero mais aos torcedores. De La Cruz foi maestro da equipe de Demichelis no Monumental de Ñunez, atuando ao longo de todos os 90 minutos e sendo considerado a segunda melhor figura, atrás do companheiro Esequiel Barco, segundo a plataforma SofaScore. Seu principal momento foi em cobrança de falta, que explodiu no travessão. Ele ainda provocou a expulsão de Campaz, no segundo tempo.

A participação no campo de ataque foi notória. Esteve muito dentro da área do Rosário Central e levou perigo constante ao gol adversário. Em resumo, só faltou a bola na rede para encerrar a despedida com chave de ouro. Depois do jogo, De La Cruz concedeu entrevista à ESPN Argentina e confirmou que está de saída, só não falou o destino, embora esteja cristaliano que virá ao Flamengo.

— Estou saindo no melhor ano da minha carreira. Foi uma das decisões mais difíceis da minha vida. Pessoalmente eu precisava de uma mudança de cenário, de mudar um pouco o sentido do que eu vinha fazendo — revelou.

O problema para De La Cruz foi que, horas depois, um vídeo dele com a camisa do Flamengo vazou nas redes sociais. É um pouco difícil entender o que o uruguaio — talvez estivesse desejando feliz natal a uma amiga —, mas o manto rubro-negro entregou totalmente seu destino.

DNA vencedor do uruguaio é trunfo para o Flamengo

O meia deixou o River Plate com mais um título, algo que vai precisar conquistar no Flamengo. Todo atleta chega com pressão ao Rubro-Negro, e De La Cruz não será diferente, ainda mais depois de tudo aquilo que o clube viveu em 2023. Apesar disso, a casca adquirida ao longo de sete anos na Argentina será fundamental para que o meia entre rapidamente no ritmo.

2023 foi o primeiro ano do Flamengo sem títulos desde 2016, e De La Cruz pode ajudar a mudar isso. Ao todo, foram 12 canecos com o River Plate. O currículo é adequado e impõe respeito.

  • Copa Libertadores (1x)
  • Campeonato Argentino (2x)
  • Recopa Sul-Americana (1x)
  • Copa da Argentina (3x)
  • Supercopa da Argentina (2x)
  • Troféu dos Campeões Argentinos (3x)

O Flamengo aguarda De La Cruz na apresentação, marcada para o dia 08 de janeiro, no Ninho do Urubu. Tite terá dez dias de pré-temporada no Centro de Treinamento antes da estreia no Campeonato Carioca, ainda que o uruguaio não deva ser utilizado na partida em questão. A Trivela antecipou, neste mês, que o planejamento é deixar o meia, e outros reforços, jogarem durante a excursão aos Estados Unidos, entre os dias 18 e 30 de janeiro.

Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo