Brasil

Corinthians integra Filhos do Terrão em período sem Campeonato Brasileiro

António Oliveira aproveita pausa no Brasileirão para observar jovens das categorias de base do Timão

A Série A do Campeonato Brasileiro está paralisada até o dia 1º de junho, e o Corinthians aproveita o período para realizar treinos integrados entre categorias de base e profissional. Aliás, a filosofia de trabalhar com a base é algo que o técnico António Oliveira leva muito a sério, analisando principalmente a situação financeira do clube.

— Realmente, a competição mais desafiante que nós estamos inseridos é o Campeonato Brasileiro, é uma competição extremamente difícil. Agora, para nós estarmos nas três frentes (competições), temos que ter mais profundidade. Nessa perspectiva, a janela vai ser importante para nós para definir claramente se nós conseguimos atacar outras competições — disse António em coletiva de imprensa, na última quarta-feira (22), após a vitória sobre o América-RN por 2 a 1.

A situação, de entender que não haverá grandes investimentos em contratações na próxima janela, também se agrava com a possível venda de Wesley. O tema é delicado para o português, que ainda tenta formas de

— Estou preocupado, é evidente. Eu sou treinador e quero comigo aqueles que nos podem ajudar a alcançar algo, portanto, e o Wesley tem sido um jogador fundamental. Nós não precisamos ser treinadores para perceber isso, portanto, e por isso é algo que me preocupa e enquanto treinador quero que ele fique — analisou.

Nascidos depois de 2005 invadem o CT

No entanto, enquanto se preocupa com a falta de dinheiro para contratações e com a iminente saída do craque de 19 anos, António tenta contornar a situação fazendo um trabalho de olheiro dentro das próprias dependências do clube.

Nas duas últimas semanas, muitos meninos das categorias juvenis, praticamente todos nascidos depois de 2005, passaram pelas mãos dos técnicos português, seja para compor elenco ou realizar atividades mais complexas ao lado do time principal.

Na última sexta-feira (24), quatro jogadores participaram de um jogo-treino no CT Joaquim Grava. Além do atacante Gui Negão (2007), os laterais Denner (2008) e Vitinho (2005); e o volante André (2006) integraram as atividades.

Terrão em alta

O título da Copa São Paulo em janeiro chamou naturalmente a atenção das duas comissões técnicas que dirigiram o Corinthians nesta temporada. Com Mano Menezes, os jovens campeões começaram a ganhar espaço; e, com António Oliveira, se fortaleceram.

Hoje, além de Breno Bidon, atualmente titular absoluto da equipe, o Timão conta no profissional com o goleiro Felipe Longo; o zagueiro João Pedro, que recentemente renovou contrato até o fim de 2026; o lateral-direito Léo Maná, em transição constante com o sub-20; o meio-campista Ryan e o atacante Arthur Sousa.

Ainda do elenco campeão, António Oliveira e Mano trabalharam com o grande herói da Copinha: o atacante Kayke, autor do gol da final contra o Cruzeiro, mantém o ritmo de jogo ao atuar para Danilo durante a temporada da equipe sub-20.

Ao se contar além da geração vitoriosa deste ano, o Corinthians possui ainda mais dez atletas que passaram pelo “Terrão”: Wesley, Giovane, Guilherme Biro, Matheus Araújo, Ruan Oliveira, Maycon, Fagner, Caetano, Raul Gustavo e Matheus Donelli.

Próximos jogos do Corinthians

  • Corinthians x Racing — 6ª rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana — Neo Química Arena — terça-feira, 25 de junho, às 19h (horário de Brasília);
  • Corinthians x Botafogo — 7ª rodada do Campeonato Brasileiro — Neo Química Arena — sábado, 01 de junho, às 21h (horário de Brasília);
  • Atlético-GO x Corinthians — 8ª rodada do Campeonato Brasileiro — Estádio Antonio Accioly — quarta-feira, 12 de junho, às 17h (horário de Brasília).
Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo