Brasil

Mesmo com plano frustrado, Corinthians não desiste de Carille e ‘cozinha’ Ramón Díaz

Inicialmente plano B do alvinegro, o argentino Ramón Díaz se mostrou animado em assumir o Corinthians

O Corinthians não conseguiu atingir o objetivo de ter um novo treinador já comandando o time no duelo diante do Vitória, nesta quinta-feira (4), pelo Brasileirão. Assim, o clube será dirigido contra o rival baiano pelo interino Raphael Laruccia, que recentemente assumiu a equipe sub-20 do Timão. 

A ausência de um técnico no jogo desta semana tem muito a ver com a espera corintiana por Fábio Carille, favorito da diretoria, mas que segue comandando o Santos. 

Plano B, o argentino Ramón Díaz foi procurado pelos alvinegros e se mostrou animado em assumir o Corinthians. O clube, porém, ainda aguarda uma resposta do treinador santista, que é colocado como prioridade. 

Corinthians tem esperança de acerto com Fábio Carille

A direção corintiana conversa há algumas semanas com o estafe de Carille, que admitiu para pessoas próximas que o interesse do clube alvinegro mexe naturalmente com ele, projetado na carreira de treinador pelo clube alvinegro, onde tem duas passagens (2017 a 2018 e 2019), após atuar como auxiliar por sete anos, e quatro títulos conquistados (um Brasileiro, em 2017, e três paulistas, em 2017, 2018 e 2019). 

No entanto, em meio ao interesse do Corinthians, o técnico deixou claro no Santos que permaneceria focado no compromisso desta semana pela Série B do Brasileirão.

Nesta sexta-feira (5), o Peixe encara o Ceará, no estádio do Castelão, em Fortaleza. A delegação santista, contando com Carille, viajou para a capital cearense nesta quarta-feira (3). 

Ainda assim, não existe convicção na Baixada Santista de que o profissional permanecerá no Alvinegro Praiano após o duelo contra o Vozão. Principalmente, porque o Santos terá 10 dias de intervalo até a partida seguinte, contra o Ituano. Tempo para que Fábio tome a sua decisão se vai, ou não, permanecer no clube da Vila Belmiro. 

Multa e relação do Corinthians com a diretoria santista

O relacionamento entre Augusto Melo e Marcelo Teixeira, presidentes de Corinthians e Santos, respectivamente, é ótimo.

Por isso, o mandatário não quer queimar etapas e espera uma decisão de Carille para conversar com o dirigente santista e buscar um modelo de negócio que seja favorável para ambas as partes. 

Fábio Carille tem uma multa de R$ 2 milhões e, mesmo com o treinador não vivendo o seu melhor momento no Peixe, não existe interesse da diretoria santista em abrir mão de receber essa quantia.

Os corintianos, no entanto, não querem investir o valor para ter o técnico, principalmente porque já paga as multas pelos desligamentos de Mano Menezes e António Oliveira. 

E o Ramón Díaz? 

É um nome que agrada a diretoria do Timão, pois mostrou com o Vasco, em 2023, ser qualificado para realizar trabalhos de recuperação. 

No Parque São Jorge, é admitido que os erros no começo da gestão comprometeram o restante da temporada e o grande objetivo até o fim do ano é salvar o clube do rebaixamento. 

O argentino gosta muito da ideia de voltar a trabalhar no Brasil e recentemente recusou investidas de três clubes do futebol árabe: Al-Ittihad, Al-Jazira e Al-Rayyan.

Vasco Ramón Diaz
Ramón Díaz está animado com a ideia de dirigir o Corinthians (Foto: Icon Sport)

O profissional aguarda agora um retorno do Corinthians, que, por sua vez, ainda espera um desfecho na busca por Carille. Outro fator que ainda segura o avanço do Timão por Ramón é o imbróglio que o técnico possui com o Vasco, clube no qual comandava até abril. 

O treinador alega que foi demitido pela diretoria do Cruz-Maltino. A direção vascaína, por sua vez, diz que o profissional comunicou o seu desligamento aos jogadores ainda no vestiário do São Januário, após o clube carioca sofrer uma goleada por 4 a 0 para o Criciúma, pelo Brasileirão. 

O valor da verba rescisória gira em torno de R$ 20 milhões. 

Por que Carille é o nome favorito do Corinthians? 

Fábio Carille e Ramón Díaz são considerados treinadores com o perfil ideal para o que deseja a diretoria corintiana, mas a ligação do primeiro com o Timão é fundamental para que ele esteja no topo da lista. 

Para a direção do Corinthians, Carille conhece o ambiente do clube e saberia blindar o campo em meio aos problemas políticos constantes na instituição, algo que seria novo para Ramón. 

Foto de Fábio Lázaro

Fábio Lázaro

Nascido em Santos, criado em São Vicente e entregue à São Paulo. Na Trivela desde junho de 2024, como setorista do Corinthians. Passagem pelo Lance! entre fevereiro de 2020 e maio de 2024, onde cobriu Santos e Corinthians. Por lá, também coordenou pautas e estratégias digitais. Atualmente, também é repórter na rádio 9 de Julho, comentarista no programa Esporte por Esporte, da TV Santa Cecília, e narrador freelancer.
Botão Voltar ao topo