Brasil

Uma goleada classificou o Corinthians para as oitavas da Copinha e manteve sonho do 11º título

Corinthians superou o nervosismo do início para vencer e eliminar o Atlético-GO da Copinha

O Corinthians está nas oitavas de final a Copa São Paulo de Futebol Jr. Depois de todas as dificuldades enfrentadas contra o Guarani, o Timãozinho não tomou conhecimento do Atlético-GO, na tarde deste domingo (14), e venceu o confronto, disputado no Abreuzão, em Marília, por 4 a 1. Com isso, o Alvinegro segue em busca do seu 11º título da Copinha.

Na oitavas de final, o Corinthians terá o vencedor de Fortaleza e CRB pela frente. As duas equipes se enfrentam às 20h30 (horário de Brasília) deste domingo.

Os gols da vitória do Timãozinho sobre o Atlético-GO foram marcados por Arthur Sousa, Pedrinho, duas vezes, e Higor para o Corinthians. Almeida diminuiu para o Dragão.

11 minutos decisivos do Corinthians

Sob o forte calor de Marília, o Corinthians começou o duelo aparentando certo nervosismo diante de um organizado Atlético-GO. Esse cenário persistiu até os 15 minutos da primeira etapa. A partir daí, o time do técnico Danilo Andrade se achou e acionou o modo fulminante com três gols em 11 minutos.

O primeiro deles saiu exatamente aos 15 minutos, quando Arthur Sousa recebeu a bola na entrada da área e decidiu arriscar o chute de fora da área. A finalização à meia altura e fora do alcance do goleiro Ygor e se transformou em um golaço.

Dois minutos depois, Pedrinho ampliou. Tal como Arthur Sousa, o camisa 10 corintiano também emendou um forte chute de fora da área e superou o goleiro Ygor, que estava com a sua visão prejudicada por conta dos zagueiros à sua frente.

Aos 26, o Timãozinho se aproximou da classificação fazendo o terceiro gol na partida. Kayke fez ótima jogada individual pelo lado esquerdo do ataque, invadiu a área e rolou a bola para o meio da área. Higor, sem marcação, apareceu na pequena área para empurrar a bola para o fundo das redes.

Atlético-GO tenta se reencontrar no jogo

Diante da situação, o técnico Allan Santhiago, do Atlético-GO, decidiu mexer no time ainda no primeiro tempo. Geovane foi substituído por Gabriel. Cinco minutos após a alteração, Almeida diminuiu para o Dragão.

Depois de um recuo de bola equivocado do capitão e lateral-direito corintiano Léo Mana, o camisa 10 goianiense ficou com a bola, invadiu a área e chutou da saída do goleiro Felipe Longo para estufar as redes.

Atlético-GO volta do intervalo com mais mudança

No vestiário após o término do primeiro tempo, Santhiago fez segunda substituição no time. O lateral-direito Renan saiu e deu lugar para o camisa 14 Kauan.

Com a intenção de marcar o segundo logo no início da segunda etapa, o Atlético-GO adiantou as suas linhas, mas logo aos cinco minutos foi punido por isso. Com praticamente todo no campo de ataque, o Dragão viu o Corinthians escapar num contra-ataque armado por Breno Bidon, que lançou o habilidoso Pedrinho. Sozinho e cara a cara com Ygor, o meio-campista finalizou no canto direito e ampliou a vantagem alvinegra: 4 a 1.

Danilo começa a poupar seus atletas

Após o quarto gol, Danilo Andrade começou a pensar no confronto das oitavas de final e resolveu poupar alguns dos seus titulares até por conta do calor. Aos 21 minutos, o treinador tirou Breno Bidon, Higor e Arthur Sousa para as entradas de Thomas Lisboa, Caipira e Beto.

Logo após entrar no jogo, Beto recebeu passe de Pedrinho, na área, e, com um desvio de primeira, quase marcou o quinto gol do Corinthians. O goleiro Ygor se esticou e fez bonita defesa.

Já aos 33, Danilo tirou Pedrinho e Vitor Meer e mandou Jhonatan e Bahia a campo. Por fim, aos 39 minutos, Juninho entrou no lugar de Ryan.

Com o jogo controlado e o placar seguro, o Corinthians diminuiu o ritmo, manteve a organização defensiva e, com algumas rápidas subidas ao ataque pelos lados do campo, gastou o tempo à espera do apito final.

Foto de Bruno Lima

Bruno Lima

Bruno Lima nasceu em Santos (SP) e se formou em Jornalismo na Universidade Católica de Santos (UniSantos) em 2010. Antes de escrever para Trivela, passou por A Tribuna
Botão Voltar ao topo