Brasil

Chama o Fred, Mano!!!

Mano, não dá mais para manter o Fred longe da seleção. Mais uma vez ele foi decisivo. Decisivo na decisão, me desculpem a redudância. Quando precisa, o artilheiro vai lá e marca. Mas, falando assim, parece que ele só faz gols em jogos importantes, o que não é verdade. Fred marca sempre, já são 19 no Brasileiro. 

Mano, se você não chamar o Fred, vai ter de explicar muito. Ele foi alma e coração no Fluminense que conseguiu ontem o seu quarto título brasileiro. A parceria com a patrocinadora é vitoriosa. Dinheiro traz craques, craques fazem gols e conseguem títulos. E o Flu, aquele que saltou da terceira para a primeira sem passar pela segunda, tem pinta de dominar o futebol nos próximos anos.

Emocionante título do Flu, que depois de fazer 2 a 0 viu o guerreiro Palmeiras empatar, mas que depois conseguiu mostrar seu melhor futebol e vencer em Prudente. Triste, como disse o Galvão, é ver aqueles torcedores raivosos, truculentos e agressivos comemorar o título ofendendo alguém. Descarregando raiva não se sabe em quem.

Triste o Palmeiras agonizar um pouco mais. Agora, só pode chegar a 42 pontos. Ninguém escapa com 42. De domingo, não escapa. Triste ver um grande time a cada jogo se afundar um pouco mais. Vamos lembrar que o time terminou o primeiro turno com 16 pontos. No segundo, ja ganhou 17, o que não significará nada, não impedirá a queda.

O título do Flu deve dar novo alento para o Sport. O time pernambucano receberá um Fluminense refastelado, sem a mesma pegada, na penúltima rodada. É o que diz a lógica. Contra ela, torcem Portuguesa e Bahia, os outros ameaçados.

Emocionante também ver como a torcida do Grêmio tratou o jogo contra o São Paulo. Como uma final, lotando o estádio e empurrando o time. E gritando o nome de Luxemburgo, o mais talentoso treinador que conheci. E de Zé Roberto, o veterano que resolve.

Emocionante o futebol brasileio, mesmo com um campeão carioca comemorando na longínqua Presidente Prudente.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo