BrasilCopa do NordesteLado B de Brasil

[Arquivo] E se o Nordeste virasse um país, como seria a sua seleção? Conheça a URSA

Episódios recentes mostram que por vezes precisamos parar e repensar quando se trata de xenofobia. Seja por alguns imbecis que trataram de forma preconceituosa o Manaus no jogo contra o Caxias, no Rio Grande do Sul, seja quando o presidente do país se refere aos nordestinos como “Paraíbas” (algo muito comum no Rio, mas não só por lá, como sabemos bem pelo “Baiano”, muito usado no Sudeste e Sul do país para se referir a todos os nordestinos). Por isso, resolvemos aqui trazer uma série ficcional que publicamos em 2014, quando já havia uma grande discussão em relação ao preconceito contra os nordestinos: a formação da URSA.

Convocamos o escritor Arthur Chrispin, que escreveu os livros Dezena, Centena e Milhar, Amém e Caleidoscópio, um carioca, mas que morava na época no Recife há muitos anos para contar essa história fictícia. Na história, a URSA é formada após as muitas discussões sobre o Nordeste se separar do Brasil. Formado país, como fica a seleção? E como fica para a disputa das Eliminatórias da Copa?

A história se foca no aspecto futebolístico, contando como foi a trajetória da URSA nas Eliminatórias rumo à Copa do Mundo de 2018. Um dos destaques é o capitão do time, o paraibano Hulk – adequado diante da situação atual também. A série tem três capítulos e você pode apreciar cada um deles aqui:

[foo_related_posts]

Leia as obras deste autor: 

[produto_amazon1] [produto_amazon2] [produto_amazon3]

*****

Estamos também no YouTube! Confira nosso último vídeo e se inscreva no canal para fortalecer o jornalismo esportivo independente em mais um meio:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo