Desenvolvido nas categorias de base do Manchester City, membro do elenco campeão da Premier League em 2017/18 e transferido ao Real Madrid há um ano, é justo dizer que Brahim Díaz se acostumou a ambientes de grandes cobranças e resultados. Até por isso, é natural ver a ambição que o espanhol demonstra logo no começo de sua passagem pelo Milan. Emprestado pelos Blancos aos italianos, o jovem jogador não quer saber só de buscar uma vaga na Champions League: o objetivo do clube, segundo ele, precisa ser o título da Serie A.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (11), Díaz apontou a chegada de Sandro Tonali, vindo do Brescia, assim como a continuidade de Zlatan Ibrahimovic, importante para a boa fase vivida pelo Milan na reta final da temporada passada, como trunfos para buscar objetivos mais altos.

“O Milan precisa também aspirar a ganhar o Scudetto, não apenas um lugar na Champions League. A compra do Tonali e a confirmação do Ibrahimovic são sinais excelentes. Podemos fazer grandes coisas”, projetou.

O futebol praticado pelos rossoneri desde o reinício do futebol italiano em junho, alcançando nove vitórias e três empates nos 12 jogos restantes da Serie A, enche Brahim Díaz de esperança de uma boa campanha também em 2020/21.

“Este é um clube com uma história imensa e que terminou a temporada passada muito bem. É um prazer jogar aqui e é especial treinar em Milanello. Temos um ótimo serviço e ótimas instalações para alcançar grandes coisas.”

“O mais importante é treinar e testar todas as táticas, para colocá-las em prática. As boas-vindas foram maravilhosas. É um clube com mais de 100 anos de história, e espero fazer grandes coisas aqui”, completou.

Questionado sobre seu desejo de permanecer no Milan para além do empréstimo de uma temporada ou de retornar ao Real Madrid e buscar seu espaço no clube espanhol, Díaz desconversou: “Neste ano, só pensarei no Milan e estou focado nos resultados”.

Apesar de ter tido dificuldades em se estabelecer desde sua estreia como jogador profissional, em setembro de 2016, com 17 anos, Díaz, hoje com 21, segue como um dos atletas de maior potencial de sua idade e foi abordado, segundo ele próprio, por diversos clubes para esta temporada. Em favor do Milan, pesaram a história e também a presença de uma lenda na direção da instituição.

“Tive muitas propostas, mas o Milan é um time histórico, com pessoas que estão fazendo o seu melhor para alcançar a posição que ele merece. O Maldini foi certamente um incentivo, é um prazer jogar aqui. Ele é uma lenda no mundo do futebol.”

As primeiras impressões de Brahim Díaz com a camisa rossonera têm sido boas. No amistoso contra o Monza, atuou pela primeira vez, entrando como substituto, e se envolveu em boas jogadas ofensivas. Na sequência, fez um dos gols da vitória por 5 a 1 sobre o Vicenza. Neste sábado, o Milan faz seu último amistoso, contra o Brescia, antes de estrear na temporada em 17 de setembro, contra o Shamrock Rovers, pelos playoffs da Liga Europa.