América do Sul

Rentistas foi heroico para derrotar Liverpool e ir à final do Uruguaio – e ainda beneficiar o São Paulo

O Rentistas conseguiu uma vitória épica pela semifinal do Campeonato Uruguaio nesta quinta-feira. O empate por 1 a 1 com o Liverpool no tempo normal levou a disputa para os pênaltis. O Bicho Colorado, como o clube é chamado, teve o goleiro Jonathan Rossi como herói ao pegar três pênaltis e venceu por 3 a 2. Com isso, vai decidir o título uruguaio contra o Nacional. De quebra, ainda tirou o tradicional Peñarol da Libertadores 2021, em uma temporada que nenhum dos grandes ganhou qualquer um dos turnos e ainda viemos o rebaixamento de clubes tradicionais do país.

O Campeonato Uruguaio tem uma fórmula de disputa que é curiosa. Há Apertura e Clausura, como em outros países da América do Sul, mas eles não definem o campeão nacional, só o campeão de turno. Os vencedores de cada turno jogam entre si pelo título. Só que tem outro detalhe: se o time de melhor campanha na soma dos dois turnos não for nenhum dos dois, este se classifica à final automaticamente e os campeões dos turnos fazem uma semifinal. Foi exatamente o que aconteceu na atual temporada.

O Rentistas conquistou o Apertura, primeiro turno do Campeonato Uruguaio. O Liverpool conquistou o Clausura. O Nacional foi o time de melhor campanha, somando os dois turnos. O Apertura foi disputado de fevereiro até outubro (com a paralisação da COVID-19 por meses), enquanto o Clausura foi de janeiro até março.

No Apertura, Nacional e Rentistas terminaram empatados e tiveram que fazer um jogo extra como decisão do turno, com vitória dos Rentistas por 1 a 0. No Clausura, o Liverpool sobrou, ganhou com folga e viu o Nacional ser apenas o quarto colocado, com o Peñarol como segundo colocado. O Rentistas, curiosamente, foi o lanterna e ficou ameaçado seriamente pelo rebaixamento no promedio, ocupando a 11ª posição entre os 16 times. Defensor, Danubio e Cerro acabaram rebaixados.

Superado tudo isso, o Rentistas foi à semifinal do Uruguaio como zebra. O Liverpool vinha da conquista do Clausura e de atropelar o Nacional por 4 a 0 no Parque Central, uma força que o colocava como grande favorito. E essa postura foi vista no primeiro tempo: melhor na partida, dominou a etapa inicial, criou chances e chegou a acertar duas bolas trave. Pelo domínio, poderia ter conseguido uma vantagem de um ou dois gols. Não conseguiu e o empate por 0 a 0 se manteve.

O técnico Alejandro Cappuccio sabia que tinha que manter o seu time fechado na defesa, porque se encarasse o Liverpool de igual para igual, provavelmente perderia. Esperava uma oportunidade de causar problemas. Só que mesmo assim, foi o Liverpool quem conseguiu marcar primeiro. Aos 33 minutos, Romero ganhou a bola na linha de fundo e chutou forte para trás. A bola desviou em Cristóbal e matou o goleiro Rossi: 1 a 0 para o Liverpool. Houve reclamações que a bola teria saído, mas o replay mostrou que ela ainda estava em cima da linha quando foi feito o cruzamento.

Por isso, precisando o empate, o Rentistas foi para o ataque e conseguiu o empate minutos depois, aos 39. Lançamento longo que Salomón Rodríguez ajeitou de cabeça para Franco Pérez, ambos vindo do banco, e o último finalizou no canto para o fundo do gol: 1 a 1. Com isso, a partida foi para a prorrogação, mas sem qualquer gol. A disputa seria decidida mesmo nos pênaltis.

Os dois times acertaram as primeiras cobranças, mas na segunda, o Rentistas desperdiçou. Villaba chutou, o goleiro espalmou para a trave a bola não entrou. O Liverpool marcou e começou então em vantagem, 2 a 1. As coisas mudariam a partir daí. Salomón Rodríguez cobrou pelo Rentistas com uma tranquilidade enorme e marcou. Foi quando começou a atuação incrível de Jonathan Rossi.

Primeiro, ele defendeu a cobrança de Ocampo, que chutou forte. Só que parecia que não seria suficiente, porque Acosta também desperdiçou a sua cobrança pelos Rentistas em seguida. O placar mostrava 2 a 2 nos penais, mas o Liverpool poderia saltar à frente com a sua cobrança. Se Rossi deixasse, claro. E não deixou. Cándido chutou sem nem olhar o goleiro Rossi, bateu mal e o arqueiro fez a defesa.

Vega, do Rentistas, cobrou bem no campo e colocou o time em vantagem pela primeira vez na disputa. A última cobrança seria do Liverpool, com Christian Almeida. Ele cobrou colocado, Rossi defendeu e o Rentistas venceu: 3 a 2. Classificou-se à final e, de quebra, ainda vai para a Libertadores.

Por isso, o Rentistas decidirá a taça com o Nacional, que já tinha vaga na Libertadores como a melhor campanha. As finais do Campeonato Uruguaio serão no domingo, dia 3, e quarta-feira, dia 6 de abril.

O Peñarol torcia pelo Liverpool, que já tinha jogado a Libertadores 2021 nas fases preliminares (e foi eliminado pela Universidad Catolica, do Equador) e abriria uma vaga na fase de grupos – o Liverpool não poderia ocupar duas vagas, portanto. Com a classificação dos Rentistas, o Peñarol vai para a Sul-Americana e o São Paulo se torna cabeça de chave, o que dá uma vantagem, teórica ao menos, no sorteio.

Além do São Paulo, os cabeças de chave da Libertadores 2021 são Palmeiras, Flamengo, River Plate, Boca Juniors, Nacional (URU), Cerro Porteño e Olimpia. O sorteio da fase de grupos acontece no dia 9 de abril, na sede da Conmebol, em Assunção.

Confira como foi a vitória do Rentistas:

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo