América do Sul

Pênalti no Peru é coisa séria e pode acabar em pedrada

A história não é muito diferente do comum. O Fuerza Minera ganhou por 1 a 0 em campo, mas Martín Dall’orso filho perdeu um pênalti e o time treinado pelo seu pai foi eliminado pelo Saetas de Oro nas oitavas de final da Copa Perú. Não surpreende que os dois tenham sido os alvos da fúria da torcida, que os agrediu após a partida, com direito a lançamento de pedras. O curioso é que os infratores são dirigentes do próprio clube.

Os irmãos Sucasaire – Serapio, Omar e Ramiro – administram o Fuerza Minera e foram acusados por Dall’orso, em entrevista à rádio Ovación, de protagonizarem o ataque que deixou o filho do técnico sangrando no olho direito.

“Vencemos em campo, perdemos nos pênaltis e fomos agredidos. Atiraram pedras na gente. São pessoas que não conhecem futebol, atuaram como delinquentes, roubaram tudo da minha sala: celulares, equipamentos roupas”, denunciou o técnico que vai organizar uma entrevista coletiva para explicar tudo com mais detalhes e prometeu prestar queixa na polícia.

“Os agressores são Serapio, Omar e Ramiro Sucasaire, que administram o clube. Não quer ir contra a Copa Perú, apenas que isso não se repita. Meu filho não quer jogar futebol por culpa de uns delinquentes”, acrescentou.

A Copa Perú classifica o campeão para a primeira divisão e o vice para a segunda. O Saetas de Oro teve dois jogadores expulsos no tempo regulamentar – inclusive o goleiro, e o Fuerza Minera só conseguiu ganhar por 1 a 0. Nos pênaltis, além do erro de Dall’orso, o jovem Angles precisou assumir a responsabilidade, e também falhou, porque os mais experientes tiraram o corpo fora. Agora dá para entender por quê.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.