América do SulLibertadores

Os erros punem: Santos sofre virada para Strongest

A temível altitude de La Paz não foi o grande problema do Santos em sua estreia na Libertadores. Os alvinegros abusaram dos gols perdidos no segundo tempo e acabaram penalizados pelo segundo gol do The Strongest, que alcançou a vitória por 2 a 1 no estádio Hernando Siles. O jogo fechou a primeira rodada no Grupo 1, liderado pelo Internacional no saldo de gols.

O primeiro tempo da partida foi aberto, com boas chances para as duas equipes. O Santos começou com mais posse de bola no ataque, mas o Strongest assustou primeiro. Aos sete minutos, Pablo Escobar finalizou cruzado e Rafael defendeu em dois tempos. Logo na sequência, o atacante voltaria a arrematar, desta vez com seu tiro passando ao lado do gol.

O Santos abriu o marcador aos nove minutos de jogo. Neymar sofreu falta e, na cobrança de Ganso, o goleiro Daniel Vaca rebateu. A bola sobrou livre para Henrique, que só teve o trabalho de cutucar para as redes. O empate do tigre quase veio aos 20 minutos, novamente com Pablo Escobar. O atacante chutou de longe e a bola tirou tinta da trave. Pouco depois, Borges saiu de frente para Vaca e chutou forte, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa.

Depois de assustar em outro chute de longe, o Strongest chegou à igualdade aos 33 minutos. Enríque Parada cruzou da esquerda e, sem que ninguém da defesa santista conseguisse cortar, Ernesto Cristaldo completou de cabeça. O ritmo da partida diminuiu até o intervalo e, ainda assim, Neymar quase fez o segundo nos acréscimos, fazendo o goleiro Vaca trabalhar.

Na volta para o segundo tempo, os bolivianos tiveram lance de perigo aos nove minutos, em batida de Escobar que saiu a centímetros da trave. Aos 12, Elano cobrou falta para Neymar, mas o atacante concluiu por cima do gol. Já o troco aconteceu três minutos depois, com Pablo Escobar exigindo grande intervenção de Rafael após falta.

O Santos crescia no jogo e passou a pressionar em busca da vantagem. Após boa tabela com Ganso, Neymar driblou o goleiro Vaca e chutou, mas Delio Ojeda salvou em cima da linha. Na sequência, em outro passe de Ganso, Neymar recebeu em ótimas condições e chutou para linha de fundo. Já aos 26, foi a vez de Neymar servir Elano e o meio-campista mandar a bola na trave.

Diante das falhas dos santistas no ataque, Rafael evitou a virada do outro lado. Alejandro Chumacero recebeu pela direita e bateu cruzado, mas o goleiro fez milagre para espalmar. Já aos 37, Ganso tocou para Neymar e, depois de girar para cima da marcação, o camisa 11 mais uma vez falhou na conclusão.

O cansaço pesou nos brasileiros nos minutos finais e o Strongest aproveitou para consumar a vitória. Rafael salvaria o time aos 42, espalmando cobrança de falta de Escobar que iria no ângulo. Mas, já aos 45, Rodrigo Ramallo fez o segundo gol dos bolivianos. Após escanteio cobrado por Escobar, o camisa 18 apareceu na segunda trave para concluir para as redes.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo