América do Sul

No momento mais vitorioso da história, o clássico de Medellín teve um recibimiento fantástico

O Clássico Antioqueño vive o momento mais vitorioso de sua história. Pela primeira vez, Atlético Nacional e Independiente Medellín conquistaram títulos na mesma temporada. Os verdolagas faturaram a Copa Libertadores pela segunda vez, enquanto os rojos ganharam o último campeonato nacional em junho, após baterem na trave nos últimos anos. E, neste domingo, se enfrentaram pela primeira vez desde as últimas glórias. O clima no Estádio Atanásio Girardot era pulsante. Mandante na tarde, o Nacional pintou a maior parte das arquibancadas de verde e exibiu as duas taças da Libertadores em um mosaico. Mas, mesmo menor, um setor vermelho também ajudou a incendiar a atmosfera.

Em campo, o Atlético Nacional prevaleceu. O time de Reinaldo Rueda contou com as suas principais peças e garantiu a vitória por 1 a 0 aos 30 minutos do segundo tempo, com Macnelly Torres. O resultado deixa os verdolagas um ponto acima na tabela, embora ambos estejam na zona de classificação aos mata-matas. Além disso, também seguem vivos na Copa Sul-Americana: nos jogos de ida dos 16-avos de final, o Nacional empatou com o Bolívar, enquanto o DIM bateu o Sportivo Luqueño. Rivais que não devem parar sua disputa por troféus tão cedo.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo