Libertadores

Torcedores do River atacam ônibus do Boca, e final da Libertadores é adiada para domingo

Torcedores do River Plate, próximos ao Monumental de Núñez, receberam o ônibus do Boca Juniors a pedradas, a polícia tentou controlar a confusão com gás lacrimogêneo, e a segunda partida da final da Libertadores foi passada para o domingo. A Conmebol, em princípio, adiou das 18h (Brasília) para as 20h15, mas, no fim, os dois clubes concordaram que não dava para jogar neste sábado.

Apesar de um grande esquema de segurança, o ônibus do Boca, escoltado por policiais, chegou ao fim de uma avenida e encontrou centenas de torcedores do River, que aguardavam para entrar no estádio ou apenas estavam nas ruas para sentir o clima. Eles atiraram tudo que viram pela frente contra as janelas, o que causou ferimentos. Pablo Pérez, segundo um repórter do La Nación, machucou braço e o olho, e foi levado para um hospital.

A polícia tentou dispersar os torcedores com gás lacrimogêneo, que chegou até o ônibus do Boca Juniors. Jogadores relataram dificuldades para respirar e enjoos. O Clarín informa que Tevez, Fernando Gago, Buffarini, Agustín Almendra, Nandez e Benedetto vomitaram e precisaram deitar na ante-sala do vestiário. Uma imagem dos bastidores do Monumental mostra os jogadores do Boca claramente abalados.

.

Ao chegar ao estádio, Tevez, por exemplo, aparentava estar com ânsia de vômito. Pablo Pérez deu um tapa na porta, em frustração. Benedetto confirmou que “atiraram pimenta”. “É um desastre total”, afirmou o secretário do Boca, Christian Gribaudo, à rádio La Red. “Jogadores feridos, cortados. É lamentável. Vamos falar com o pessoal da Conmebol porque há jogadores que não podem jogar”.

Houve reuniões entre dirigentes do Boca e do River Plate, com o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, e inclusive com o chefe da Fifa, Gianni Infantino. Enquanto isso, a partida foi, primeiro, adiada para as 19h (Brasília). Em seguida, um novo adiamento, para as 20h15. O horário chegou, ainda sem os times em campo. Por volta das 20h25, foi confirmado que a final da Libertadores seria realizada neste domingo, às 18h, horário também de Brasília.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo