Libertadores

‘Sonho com o Mundial’: Hulk está confiante no Atlético-MG na Libertadores

Atlético foi um dos melhores times da fase de grupos, e chega forte no mata-mata sonhando com o título e liderado por Hulk

Chegou ao fim nesta quinta-feira (30) a fase de grupos da Copa Libertadores. E o Atlético-MG se classificou na liderança do Grupo G e como o segundo melhor time do torneio. A competição é o principal alvo do clube, liderado por Hulk, que sonha em conquistar a América e levar o Galo ao Mundial de Clubes.

Desde que chegou ao Atlético em 2021, Hulk já quebrou vários recordes e conquistou os principais títulos nacionais (Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Supercopa e Mineiro). Na conta dele, então, só resta conquistar a Libertadores e disputar o Mundial, e esse é o maior desejo dele e do próprio clube.

Sonho em disputar o Mundial com o Galo, porque disputando a gente vai ter ganho a Libertadores. É um sonho que Deus tá desenhando pra mostrar pra gente o melhor caminho. E eu tenho convicção que tá próximo — Hulk ao GaloCast, da GaloTV.

Vale lembrar que, vencendo a atual edição da Libertadores, o Atlético garantirá vaga para o primeiro “Super Mundial”, que acontece em 2025 nos EUA em um formato com mais times.

Para chegar ao Mundial, Hulk e o Atlético vão ter que superar um trauma na Libertadores. Nos últimos três anos, o Galo caiu diante do Palmeiras na competição continental. O mais perto que chegaram da taça foi em 2021, quando foram eliminados nas semifinais para o Alviverde.

Em 2024, o Palmeiras é um dos favoritos ao título. Mas o Galo não fica muito atrás e também está no bolo dos que podem acabar como campeões, e Hulk acredita fielmente nisso.

— A gente tem que acreditar, tem que confiar, porque se você começar a se desconfiar, as coisas não acontecem. Temos que confiar que temos, sim, grande chance de realizar esse sonho, ganhar essa Libertadores. A gente sabe que não é fácil, sem dúvida, mas está todo mundo confiante e concentrado — destacou o camisa 7 atleticano.

O Palmeiras não poderá ser o adversário do Atlético já nas oitavas, pois ambos avançaram em primeiro de seus grupos, mas, mais para frente, pode ser que eles se encontrem de novo. O sorteio das oitavas será realizado na próxima segunda-feira (3), no Paraguai. Os jogos só serão realizados em agosto.

Semelhança com 2021 e fome de vencer de todos

Hulk viveu um ano mágico no Atlético em 2021. A eliminação na Libertadores não afetou o clube, que conquistou o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil daquele ano. Para o camisa 7, que foi o grande nome daquelas campanhas, há muitas semelhanças do grupo atual com o daquele ano.

— Muita semelhança. Uma delas é o ambiente. Respeito, foco e a entrega de todo mundo. Todo mundo vem focado em trabalhar e querer dar o seu melhor. Tem muitas coincidências, como a questão da ida pros estádios, pros jogos, a confiança. Independente de onde a gente vai jogar, vamos com confiança de buscar a vitória. Sempre respeitando o adversário, claro — destacou Hulk.

O Atlético vive uma grande fase recentemente. Foram apenas duas derrotas nos últimos 15 jogos. Mas essas duas partidas já ajudaram a mexer mais com o elenco, de rever tudo que aconteceu para isso ter acontecido e consertar para sempre dar o melhor e buscar vencer.

Errar, perder, você vai perder. Ninguém é invencível. Não é fácil, mas assim, já que a gente vai perder, os caras têm que sofrer para ganhar da gente e não ganhar facilmente – Hulk.

Esses 15 jogos são justamente do recorte desde a chegada do técnico Gabriel Milito, responsável por fazer uma verdadeira revolução no time em relação a forma como jogava com Felipão. O treinador e sua comissão são jovens nesses cargos e querem crescer, serem campeões, e viram no Galo essa oportunidade. Para Hulk, isso pode fazer diferença na busca por títulos.

— A gente está aprendendo a cada dia com a comissão, que vem com fome de ganhar também, que quer ser vitoriosa. É uma comissão nova, tem poucos títulos, então eles vêm com essa vontade, com essa fome, essa gana de querer ganhar. Então isso é bacana. E eles conseguem transmitir isso para gente, eu tenho certeza que a gente tem, sim, grande chance de ganhar grandes coisas esse ano — afirmou o camisa 7.

Nas próximas semanas, o Atlético só terá o Campeonato Brasileiro para disputar e volta seu foco para a competição. O Galo entra em campo neste domingo (2), contra o Bahia. Apesar do maior sonho ser a Libertadores, o Alvinegro não quer deixar as outras competições de lado, e acredita que pode brigar na frente em todas.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Jornalista pela PUC-MG, passou por Esporte News Mundo e Hoje em Dia, antes de chegar a Trivela. Cobriu Copa do Mundo e está na cobertura do Atlético-MG desde 2020.
Botão Voltar ao topo