Libertadores

O Palmeiras confiou em seus garotos e eles corresponderam não apenas por aquilo que jogaram, mas pela forma como viveram o jogo

Um dos motivos ao crescimento do Palmeiras em 2020 se concentra sobre os seus garotos. O espaço dado às categorias de base foi reclamado pela torcida por muito tempo e deu resultado nos últimos meses, com vários pratas da casa se encaixando entre os titulares. Vanderlei Luxemburgo tem seus méritos pelas chances concedidas a alguns desses jovens, Andrey Lopes contribuiu a essa sequência e Abel Ferreira consegue aproveitar ainda mais as virtudes oferecidas pelos novatos. Mais importante, o atual técnico alviverde não teve receio em confiar nos meninos para uma semifinal de Libertadores contra o River Plate na Argentina. Acabou recompensado com uma senhora exibição da trinca principal no meio-campo, sobretudo de Gabriel Menino.

Não é de hoje que os garotos se destacam na temporada do Palmeiras. Desde a conquista do Paulistão, que teve o protagonismo de Patrick de Paula, ficou claro como essa fornada de talentos pode garantir muitas alegrias à torcida palmeirense. Patrick chegou a oscilar na sequência do ano, mas os alviverdes tiveram outras boas novas. Danilo confere estabilidade ao meio-campo, Gabriel Verón tem importância por sua agressividade (mesmo também irregular) e Gabriel Menino se mostra completo apesar da pouca idade. Já tinham boas partidas na conta durante os últimos meses – seja por Brasileiro, Libertadores ou Copa do Brasil. Todavia, a semifinal contra o River Plate reafirmou de maneira incontestável a capacidade dessa molecada.

Abel Ferreira preferiu dar intensidade ao seu meio-campo com os meninos. Danilo vem sendo uma opção importante na cabeça de área. Patrick de Paula também ganhou espaço no meio-campo, para auxiliar com seus passes. Além disso, Gabriel Menino se transformaria num coringa dentro da estratégia armada pelo treinador. Enquanto tinha passe livre para arrancar quando a equipe pegava a bola, acabava mais contido na marcação durante os avanços do River, ao fechar o lado direito e permitir que Marcos Rocha se unisse aos zagueiros. Desta maneira, o Palmeiras derrubou o jogo de Marcelo Gallardo. A garotada bateu de frente com o setor mais forte dos millonarios.

Danilo tem muitos méritos na forma como o Palmeiras tem atuado com Abel Ferreira. É um meio-campista importante não apenas pelo equilíbrio que dá ao time, tanto nas funções defensivas quanto ofensivas. Um diferencial é sua velocidade de raciocínio, especialmente para fazer a equipe fluir. Algo que valeu um dos gols aos alviverdes nesta terça-feira, com a assistência para Luiz Adriano no segundo gol. A adaptação rápida do volante o ajuda bastante nesta afirmação como titular.

Patrick de Paula, por sua vez, reviveu seus melhores momentos nesta terça-feira. Teve presença para preencher o meio-campo e acelerava a equipe com seus lançamentos. Quando a bola estava com o River Plate, o garoto fechava a cabeça de área e ajudava a conter os adversários. Além disso, também contribuiu ao primeiro gol, num passe de mágica rente à lateral que habilitou Gabriel Menino pela direita. Até tentou o seu, num chute que parou em Franco Armani durante o segundo tempo.

Gabriel Menino, ainda assim, foi o melhor dos três prodígios de Abel Ferreira. A atuação do coringa foi perfeita, seja por seu entendimento tático, por suas participações com a bola ou pela intensidade física. Gabriel parecia se multiplicar em campo para ocupar todo o lado direito da equipe. Conseguiu conter as preocupantes investidas do River Plate pela esquerda e evitou os problemas a Marcos Rocha. Tinha muita vibração nos combates, como ficou claro em alguns desarmes fundamentais. Já na frente, os lances fluíam nos apoios do ala direita se unindo a Rony mais à frente.

Que o primeiro gol tenha sido dado por Armani, Gabriel Menino teve sua contribuição pelo cruzamento a Luiz Adriano. Também tentaria marcar o seu, exigindo ótima defesa do goleiro adversário em chute cruzado. E ajudou a bagunçar o River Plate por suas ações. O domínio de letra irritou os adversários e Carrascal perdeu a cabeça numa disputa com Menino, ao tentar dar um chute no palmeirense caído. A expulsão abriu de vez o resultado aos alviverdes e ressaltou a maneira como o jovem preponderou. Desequilibrou nos mais diferentes sentidos, também como um jogador pronto a uma semifinal de Libertadores.

Durante sua coletiva de imprensa, Abel Ferreira ressaltou a mentalidade do Palmeiras na noite. E a mentalidade desses garotos é ainda mais louvável. Eles não se intimidaram com um River Plate multicampeão, não se intimidaram com o ambiente na Argentina, não se intimidaram com uma semifinal de Libertadores. Eles se concentraram na bola e jogaram com imenso êxito, não apenas para exibir seus predicados, como também para conter os méritos millonarios. Foi um Palmeiras que deu gosto, com um futebol eficiente e direto. Algo que se ensinou dentro do clube, e que se reproduziu com sucesso numa ocasião deste calibre.

É óbvio que um só jogo não garante a certeza para atletas tão jovens, mas não parece uma mera coincidência, ainda mais quando são três destaques da base. O Palmeiras deve sim colher os frutos com a atual geração e pode confiar mais no trabalho realizado em suas categorias formativas. Essa renovação geracional explica um pouco da energia transmitida pelos alviverdes nos últimos meses e contribui ao impacto inicial de Abel Ferreira. Mais interessante, não fica só na intensidade – com a qualidade técnica, a inteligência e o foco pesando bastante em Avellaneda. Os pratas da casa dão uma pontinha a mais de orgulho aos torcedores por aquilo que aconteceu nesta terça-feira.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo