Libertadores

Liderado por Miranda, São Paulo resistiu ao Racing e arrancou empate na Argentina

O zagueiro fez uma partidaça no 0 a 0 no Cilindro de Avellaneda

O São Paulo, longe de fazer um grande jogo, contou com uma atuação fantástica de Miranda, a mais destacada deste seu retorno ao futebol brasileiro, e com um lance incrível em que a bola bateu no travessão para resistir ao Racing no Cilindro de Avellaneda e voltar para casa com o empate por 0 a 0.

Se a atuação não foi brilhante, o empate é ótimo dentro do contexto do grupo porque mantém o São Paulo na liderança, com sete pontos, dois a mais do que o Racing, Além disso, o segundo confronto direto entre os favoritos às vagas nas oitavas de final será no Morumbi.

Após duas vitórias nas primeiras duas rodadas, o São Paulo teve a primeira grande chance do jogo quando Benítez acionou Reinaldo pela esquerda. O cruzamento rasteiro encontrou Luciano, que chegou batendo para ótima defesa de Arias.

Aos 15 minutos veio o lance mais incrível da partida. Iván Maggi apareceu na segunda trave e inverteu a jogada de cabeça. Novillo tentou finalizar, mas acabou acertando a trave. A bola voltou a Maggi, que furou a tentativa de chute, mas a sobra ficou com Sigali, de frente para o gol, na entrada da pequena área, com liberdade. Ele, porém, acertou o travessão. Ela ainda pingou em cima da linha antes de ser afastada.

O São Paulo teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas o Racing acabou sendo um pouquinho mais perigoso, com sete finalizações contra apenas duas, embora cada um tenha acertado o alvo apenas uma vez. Miranda brilhava no desarmes e nas interceptações, e o Tricolor também teve sua bola no travessão, em uma cobrança de falta de Daniel Alves.

O segundo tempo acabou sendo mais travado. O Racing assumiu o domínio territorial e ficou mais próximo da vitória do que o São Paulo, embora Miranda continuasse a liderar a defesa tricolor. Ele terminou o jogo com cinco bolas afastadas, dois chutes bloqueados, duas interceptações e três desarmes.

O Racing chegou a ter um gol de Mena anulado por impedimento, após ótimo cruzamento de Cvitanich, e ficou em situação ainda melhor quando William foi expulso, a dez minutos do fim. No último lance, a defesa do São Paulo vacilou e permitiu que o Racing criasse a jogada com toques de cabeça até Godoy receber cara a cara com Tiago Volpi.

O goleiro do São Paulo saiu com coragem do gol, conseguiu abafar e assegurou o empate para os brasileiros.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo