Pepê foi mais uma vez decisivo para o Grêmio, como tinha acontecido na semana anterior, no Grenal, e ajudou o time a vencer mais uma. O atacante fez o primeiro gol na vitória por 2 a 0 sobre a Universidad Católica, na Arena, em Porto Alegre, o que deixa a equipe comandada por Renato Portaluppi muito perto da classificação.

A partida tinha ares decisivos para o tricolor gaúcho. Com sete pontos, poderia praticamente eliminar os chilenos com uma vitória e se garantir. Algo fundamental, considerando que o time vinha de atuações irregulares nos últimos jogos. A vitória contra o rival Inter animou os torcedores e o correspondeu nesta terça-feira. Em um jogo difícil, o time conseguiu se impor no segundo tempo e venceu com alguma tranquilidade.

Uma das novidades do time foi a presença do zagueiro Tonhão Rodrigues, que jogou como parceiro do experiente David Braz. No meio-campo, Maicon seguiu como desfalque, com Darlan atuando como titular. Robinho atuou no meio-campo, com liberdade para chegar um pouco mais à frente. Pepê, de um lado, e Alisson, do outro, municiavam Diego Souza.

O começo do jogo foi difícil para os mandantes. A levou perigo em uma finalização de Aued, que obrigou Vanderlei a uma boa defesa. Logo os gremistas equilibraram a partida e foi a vez de fazer o goleiro Dituro intervir para impedir o gol. Alisson e Diego Souza deram trabalho para o arqueiro da equipe chilena. Os chilenos mantinham a posse de bola, um tipo de jogo que Ariel Holan costuma fazer nas suas equipes. O time visitante levava algum perigo, ainda que não criasse chances claras.

A conversa no intervalo rendeu. Logo no primeiro minuto, o Grêmio abriu o placar. Depois de um cruzamento para a área, Diego Souza ajeitou de cabeça, Pepê dominou e chutou no canto do goleiro, rasteiro, para marcar: 1 a 0. Depois do gol, o Grêmio dominou as ações, passou a controlar a partida e foi quem ficou mais perto do segundo gol do que de levar o primeiro.

O segundo gol saiu com naturalidade e em uma grande jogada. O zagueiro Tonhão Rodrigues arrancou em um contra-ataque, abriu na direita para Alisson, que pareceu que ia perder a bola. Só que ele conseguiu recuperar, deu uma meia lua na marcação, foi à linha de fundo e tocou para trás, onde o zagueiro Rodrigues estava na pequena área estava livre para tocar para o fundo da rede: 2 a 0, aos 18 minutos. foi importante para que o time controlasse o jogo no meio-campo e teve  uma ótima atuação.

O Grêmio controlou a partida dali em diante e termina a partida com muita tranquilidade. Não só pela atuação, mas pela classificação encaminhada. Com 10 pontos, a classificação está praticamente assegurada. Se o Inter não perder do América de Cali, o Grêmio está classificado. Mesmo que o Inter perca na Colômbia, bastará ao Grêmio um empate na última rodada para avançar. Até mesmo uma derrota poderia classificar, dependendo do saldo de gols.

Para um time que era questionado pelas atuações inconsistentes nas últimas partidas, o Grêmio mostrou um bom futebol, competiu o tempo todo e, quando teve a chance, matou a partida. Agora, tem tudo para ir ao mata-mata e seguir na disputa por ir longe no maior torneio sul-americano de clubes.