BrasilLibertadores

Deportivo Cali perde pênalti, Corinthians também, e o 0 x 0 resiste na Colômbia

O ponto deixa o Corinthians na liderança do grupo, antes da visita à Bombonera na próxima rodada

Cada um dos dois times perdeu um pênalti, e o Corinthians ainda desperdiçou mais uma série de chances com a bola rolando no empate por 0 a 0 com o Deportivo Cali na noite desta quarta-feira, fora de casa. Apesar de ter deixado escapar uma vitória que foi acessível, o ponto é importante ao clube paulista entrando nas últimas duas rodadas do grupo E da Libertadores.

O Corinthians é o líder com sete pontos e visita a Bombonera daqui a 15 dias. Mesmo que seja derrotado pelo Boca Juniors, um ponto atrás, e mesmo que o Deportivo Cali ganhe do Always Ready em casa, o que deve e precisa fazer, receberá os bolivianos em Itaquera na rodada final precisando apenas vencer, enquanto os outros dois times tiram pontos um do outro.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Vítor Pereira deu mais uma bela rodada no elenco, repetindo apenas três titulares que venceram o Fortaleza no fim de semana (Cássio, João Victor e Maycon), mas recebeu uma má notícia logo aos cinco minutos, quando Fagner pediu atendimento médico com dor no tornozelo esquerdo. O lateral direito foi substituído pelo esquerdo Lucas Piton.

Jô estava bastante participativo no começo da partida, mas a primeira chance importante foi do Deportivo Cali. Angelo Rodríguez ajeitou da direita, e Teo Gutiérrez chegou batendo forte de primeira, para grande defesa de Cássio.

A resposta foi imediata. Du Queiroz fez boa jogada pela esquerda, soltou com Gustavo Mosquito, a bola passou por Maycon e chegou a Mantuan pela direita da entrada da área. O chute de canhota colocado foi bem defendido por De Amores, que quatro minutos depois saiu do gol na hora certa para abafar nova tentativa de Mantuan, agora com belo passe de Lucas Piton.

Aos 37 minutos, a chance mais clara. Novamente com Mantuan. Jô recebeu na ponta esquerda e cruzou para o corintiano, dentro da área, chegar batendo. Estava em ótima posição, mas mandou por cima do gol. Fábio Santos fez um bloqueio crucial para evitar o gola adversário, logo no começo da etapa final, e De Amores trabalhou muito bem para espalmar com uma das mãos a cabeçada firme de Jô, aos 12.

Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Gutiérrez pela esquerda da grande área, mas Cássio defendeu bem, antes de derrubar Rodríguez dentro da área, ao fim de um contra-ataque do Deportivo Cali. Pênalti para os donos da casa. Mas Gutiérrez telegrafou a batida, fraca e no canto esquerdo. Cássio caiu e fez a defesa em dois tempos.

Vítor Pereira colocou Renato Augusto e Willian aos 22 minutos, em busca de reforçar a criação com dois jogadores experientes, e colheu os frutos. O meia não demorou muito para encontrar a projeção de Mantuan, que entrou na área e tocou para Maycon marca do pênalti. Por cima do travessão.

O Corinthians teve o seu próprio pênalti para abrir o placar, após De Amores derrubar Júnior Moraes em lance parecido à falta de Cássio, mas Fabio Santos, que raramente perde pênaltis, perdeu o pênalti. E aos 42 minutos, perderia outro, mas com bola rolando. Piton fez grande jogada com Renato Augusto na ponta direita. Junior Moraes fez o corta luz no centro rasteiro, e Santos chegou batendo de primeira, para fora.

No balanço entre chances desperdiçadas, as do Corinthians foram mais volumosas e mais claras que as do Deportivo Cali. Chegou a merecer a vitória, mas não estava com pontaria, mas segue em posição interessante na briga por vaga nas oitavas de final.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo