Libertadores

Boselli deu mais motivos para ser amado no Estudiantes, com um gol sensacional por cobertura contra o Bragantino

O Estudiantes fez uma partida muito sólida e provocou a primeira derrota do Red Bull Bragantino nessa Libertadores

Mauro Boselli tem uma história muito bonita no Estudiantes. O centroavante foi um dos heróis na conquista da Libertadores de 2009 e retornou a La Plata para aquele que deve ser o ato final de sua carreira. O time de Ricardo Zielinski faz uma boa campanha no início do torneio continental e tem no veterano exatamente uma de suas referências. Nesta terça, Boselli deu motivos para ser ovacionado pela torcida presente no Estádio Jorge Luis Hirschi.  O atacante marcou um verdadeiro golaço para concluir a vitória por 2 a 0 sobre o Red Bull Bragantino. De fora da área, deu um leve toque para encobrir o goleiro Cleiton e adicionar mais uma lembrança à sua história no torneio.

O Estudiantes demonstrou muita força nas bolas paradas ao longo da partida. E isso se viu logo aos quatro minutos, numa cobrança de lateral para a área. Leonardo Godoy desviou e Gustavo del Prete estava de frente para o crime, na pequena área, mas chutou por cima. Os pincharratas faziam um grande trabalho na marcação e pressionaram durante o início do duelo. O Red Bull Bragantino demorou para equilibrar o jogo e sair mais para o ataque. Mas não conseguia ser perigoso. Os argentinos demonstravam mais equilíbrio.

Foi incrível como o Estudiantes não abriu o placar aos 34. A equipe da casa perdeu uma oportunidade ainda mais clamorosa, depois de um escanteio. Del Prete parou numa grande defesa de Cleiton e, no rebote, Agustín Rogel estava quase em cima da linha. Fez o mais difícil, ao carimbar inacreditavelmente a trave. Leandro Díaz entraria nos pincharratas antes do intervalo, por lesão de Matías Pellegrini. Já o Red Bull Bragantino seguia devendo, com mais posse de bola, mas parando nas linhas de marcação adversária e criando pouquíssimo.

O Estudiantes voltou a aumentar a intensidade na volta para o segundo tempo e abriu o placar aos nove minutos. A bola parada fez a diferença. Num escanteio, Del Prete aparou de cabeça no segundo pau e Rogel desta vez concluiu para dentro. Os pincharratas aproveitaram o momento e, num ataque rápido, contaram com o golaço de Boselli para ampliar, aos 13. O veterano foi muito inteligente, ao perceber Cleiton adiantado, mesmo com o caminho livre para avançar até o goleiro. O artilheiro encurtou as distâncias com um sutil toque por cobertura, de fora da área, que não deu tempo de reação ao arqueiro.

A desvantagem fez o Red Bull Bragantino acionar seu banco e se postar mais à frente, em busca de uma pressão. Ainda não era fácil encontrar os espaços. Ytalo seria travado num lance dentro da área e Mariano Andújar precisou intervir na intermediária em outro avanço, mas as finalizações do Massa Bruta eram raras e sem direção. Apesar da postura do time, a falta de tempo dava a impressão de que o resultado estava resolvido. No fim, o Braga teria um tiro de Ytalo ao lado da trave e uma batida de Alerrandro em cima de Andújar, mas não foram além.

O Estudiantes lidera o Grupo C da Libertadores, com sete pontos. O Red Bull Bragantino sofre sua primeira derrota na competição e fica com quatro pontos. Quem encosta é o Nacional de Montevidéu, também com quatro. O Bolso visitou o Vélez Sarsfield nesta terça e saiu com o triunfo por 2 a 1 de Liniers. Joel Soñora abriu o placar para os argentinos, mas José Florentín foi expulso logo depois. Com um jogador a mais desde o primeiro tempo, os uruguaios viraram com dois tentos de Emanuel Gigliotti.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo