Libertadores

Até os pênaltis foram eletrizantes na classificação do Barcelona de Guayaquil sobre o Montevideo City Torque na Libertadores

Depois de um empate por 0 a 0 muito bem jogado, o Barcelona acertou todas as suas cobranças e avançou à segunda fase

A Libertadores de 2022 começou emocionante. E a definição do primeiro classificado à segunda fase da competição garantiria um jogaço em Guayaquil. Barcelona e Montevideo City Torque faziam um duelo de estaturas bastante distintas, entre uma camisa tradicional e um estreante com grandes aspirações. Depois do empate por 1 a 1 no Uruguai, a partida no Estádio Monumental seria eletrizante. O placar de 0 a 0 não transmite totalmente o que foi o embate, com o Barcelona dominando e criando várias chances, mas contragolpes perigosos do Torque. A definição viria mesmo nos pênaltis, e com 14 batidas perfeitas até o desfecho nas alternadas. O goleiro Javier Burrai foi o herói dos equatorianos ao pegar um chute, até que o brasileiro Leonai Souza garantisse o triunfo por 8 a 7. A tradição preponderou.

A primeira partida no Estádio Centenário já tinha sido bem interessante, com o controle do Montevideo City Torque, mas uma postura mais agressiva do Barcelona. Em Guayaquil, os Canários tomariam as rédeas. O Barcelona dominou as oportunidades desde o primeiro tempo, mas a falta de pontaria custou o seu preço. Já o segundo tempo seria mais intenso, com os dois times em busca de resolver a parada antes das penalidades. Adonis Preciado mandou uma bola ao lado da trave e o goleiro Francisco Tinaglini salvou algumas vezes os uruguaios. Quando o arqueiro falhou, o gol equatoriano foi anulado. Do outro lado, porém, Burrai também seria exigido e executou ótimas saídas do gol para bloquear os celestes nos contra-ataques.

O empate por 0 a 0 prevaleceu até o final e forçou a disputa por pênaltis. Na marca da cal, os dois times se mostraram afiados. As dez primeiras cobranças foram impecáveis, mesmo se os goleiros acertassem os cantos. E o aproveitamento continuou ótimo nas alternadas, com cada time convertendo seus dois primeiros tiros. A sorte mudaria na oitava série. Burrai espalmou o chute ruim de Gabriel Chocobar. Por fim, coube ao brasileiro Leonai Souza acertar o último chute do Barcelona e encerrar o placar em 8 a 7.

O nível de tensão em Guayaquil gerou uma comemoração efusiva em campo e também emoção nas arquibancadas. Depois da ótima campanha de 2021, o Barcelona segue em frente. Já o Montevideo City Torque merece reconhecimento também. Em sua primeira aparição no torneio, peitou um adversário bem mais tarimbado e apresentou a qualidade de seu jovem time. Mas são os Canários que permanecem inteiros na busca pela fase de grupos. Durante a segunda fase, a parada não será simples: o Barça pegará o Universitario de Lima, outra camisa pesada. De qualquer forma, os equatorianos saem fortalecidos com tal épico.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.
Botão Voltar ao topo