América do Sul

Jogadores da seleção do Paraguai cantam hino em Guaraní no Sul-Americano sub-17

A língua Guaraní está viva e a seleção sub-17 do Paraguai deu uma bela demonstração da importância disso para os paraguaios. Foi a primeira vez na história que o hino paraguaio foi cantado em Guaraní e não em espanhol. Um marco importante e histórico para os adolescentes, que vestiam a camisa da Albirroja na competição no Chile.

LEIA TAMBÉM: Os 75 anos de Pepé Santoro, o goleiro que mais vezes conquistou a Libertadores

A importância do idioma é histórica. O Guaraní é um dos idiomas oficiais do Paraguai a partir de Constituição de 1992,  mas também é falado em regiões da Argentina, Bolívia e Brasil. O idioma foi perseguido no Paraguaio e também proibida várias vezes ao longo da história, desde a independência da Espanha em 1811.

Embora o idioma tenha surgido dos índios e só restam 2% de índios no Paraguai, quase 90% dos habitantes do país falam o Guaraní, em uma variação moderna da língua. A Bolívia também tem o Guaraní como uma das suas línguas oficiais. Foi a primeira língua indígena latino-americana a ser reconhecida como língua oficial. Por tudo isso, dá para entender a importância do idioma para os paraguaios.

A seleção paraguaia venceu a Argentina no primeiro jogo do Sul-Americano e perdia para a Venezuela até os 47 minutos do segundo tempo. O empate dramático veio em uma bola longa, igualando o placar em 2 a 2. Nesta quinta, dia 2 de março, o Paraguai volta a campo para enfrentar o Brasil. O jogo terá transmissão do SporTV, às 19h (confira mais na Programação de TV).

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo