América do Sul

Chileno sente lesão segundos após entrar em campo e é substituído

Coitado de Marco Medel. O meia estava todo animado para ajudar o Santiago Wandereres a vencer o Universidad de Concepción. Queria ser aquele substituto que aparece no segundo tempo para resolver. Mas segundos (literalmente) após entrar no lugar de Pablo Tamburrini, sentiu uma lesão. Caiu no chão, esticou a perna e não funcionou. Colocou a mão no rosto. Chorou. Três minutos depois, saiu para dar lugar a Jimmy Cisterna e o sonho de ser herói se foi junto com ele. Frustrante e triste.

LEIA MAIS: Antes de começar a jogar a Libertadores de fato, o Cruzeiro precisa descobrir seu jogo

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo