América do SulLibertadores

Grupo 6: Tolima

TOLIMA

Corporación Club Deportes Tolima
Como chegou à Libertadores: Melhor campanha durante a temporada 2012
Melhor campanha: Caiu na fase de grupos em 2004, 2007 e 2011
Campanha em 2011/12: Não disputou

 

 

Destaque

Anthony Silva. Já teve uma passagem pelo Brasil (defendeu o Marília em 2009). Teve uma carreira errática, incluindo uma suspensão por doping, e só depois de chegar ao Tolima conseguiu se estabilizar. Atualmente, é o reserva imediato de Barreto na seleção paraguaia.

Ponto forte

Volume de jogo. É uma equipe estável e com bom conjunto, que sabe usar o mando de campo para imprimir um futebol mais intenso e de posse de bola. É uma forma de compensar a falta de talentos mais agudos que façam a diferença. No cenário atual, o jogador que se destaca é o meia peruano Merino, que passou pelas categorias de base do Barcelona e ainda atuou em Itália, Suíça e Grécia antes de retornar à América do Sul.

Ponto fraco

Poder de decisão. Contra a Unviersidad César Vallejo, na primeira fase desta Libertadores, o Tolima mostrou muitos problemas nos arremates. No jogo de ida, em Ibagué, os colombianos poderiam ter vencido por uma vantagem segura, mas sofreram para sair com o 1 a 0 devido à grande quantidade de oportunidades desperdiçadas. Na temporada passada, o time ficou fora das finais do Apertura e do Finalización justamente por perder força nas fases semifinais.

Até onde pode ir

Pode brigar com Cerro Porteño e Santa Fé por um lugar nas oitavas de final.

Time base

Tolima campinho

Técnico: Carlos César Castro

VOLTAR AO GUIA

Mostrar mais

Ubiratan Leal

Ubiratan Leal formou-se em jornalismo na PUC-SP. Está na Trivela desde 2005, passando por reportagem e edição em site e revista, pelas colunas de América Latina, Espanha, Brasil e Inglaterra. Atualmente, comenta futebol e beisebol na ESPN e é comandante-em-chefe do site Balipodo.com.br. Cria teorias complexas para tudo (até como ajeitar a feijoada no prato) é mais que lazer, é quase obsessão. Azar dos outros, que precisam aguentar e, agora, dos leitores da Trivela, que terão de lê-las.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo