América do SulLibertadores

Gol olímpico, quase outro do meio-campo: a genialidade de Recoba segue intacta

Aos 38 anos, Álvaro Recoba não tem mais gás para ser titular do Nacional. A maestria, porém, continua intacta na canhota do velho craque. O camisa 20 reviveu vários momentos de sua genialidade no último Campeonato Uruguaio, quando marcou gols importantes na conquista imponente do Bolso – incluindo um aos 50 do segundo tempo contra o Peñarol, que garantiu a virada no Centenário. Pois agora Recoba se prepara para disputar mais uma Libertadores, talvez a sua última. E, pelo que tem feito na pré-temporada, dá para esperar algum show de El Chino na competição continental.

>>>> Mate a saudade de Recoba vendo o gol olímpico que ele fez pelo Nacional

Nesta terça, o Nacional enfrentou o Sportivo Luqueño, do Paraguai, em torneio amistoso. Um verdadeiro recital de Recoba. Para começar, logo aos 12 minutos o craque quase anotou um gol do círculo central, carimbando a trave. Também quase anotou dois golaços de falta, parando no travessão e na ponta dos dedos do goleiro adversário. Ainda participou de três gols dos tricolores, dando o lançamento para o primeiro e o terceiro, assim como anotou o segundo em uma cobrança direta de escanteio. E isso sem contar os passes cheios de classe. Uma lenda em seus últimos momentos.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo