América do SulBrasilLibertadores

Galo forte: Bernard mostra cartão de visitas na Argentina

O moral de Bernard junto à torcida do Atlético Mineiro é alto há tempos. Desde que protagonizou a conquista da Taça BH Sub-20 de 2011 e engrenou rapidamente no time principal, o garoto já gerava expectativas na massa alvinegra. O reconhecimento nacional foi um pouco mais tardio, com o desempenho estupendo no Brasileirão de 2012. E o meia está pronto para mais. Nesta terça, começou a render também os expectadores sul-americanos.

Bernard foi o grande destaque na goleada por 5 a 2 aplicada pelo Atlético sobre o Arsenal, em Sarandí. Embora Ronaldinho Gaúcho tenha tentado roubar a cena com seus passes magistrais, a noite era mesmo do garoto. Pela primeira vez na carreira, o camisa 11 balançou as redes três vezes em uma mesma partida. E, ao menos temporariamente, o prodígio tem o gosto de ser o artilheiro desta Libertadores.

Antes que Bernard começasse a decidir, o Atlético foi ameaçado pelo próprio desleixo. A falta de atenção da defesa durante os primeiros instantes custou o gol que abriu o placar para o Arsenal. Entretanto, os mineiros souberam manter a frieza e, mesmo com os argentinos ainda incomodando no ataque, buscaram a virada no primeiro tempo, com Bernard, Diego Tardelli e Jô. Antes do intervalo, Nicolas Aguirre descontou em boa cobrança de falta, mas nada que preocupasse demais o Galo.

Afinal, o início devastador no segundo tempo foi suficiente para a goleada, quando Bernard apareceu mais duas vezes para balançar as redes. Uma estreia e tanto em seu primeiro jogo oficial fora do país. No fim, o Atlético quase chegou ao sexto gol, mas o pênalti cobrado por Ronaldinho explodiu no travessão. Nada que prejudicasse o resultado.

Intenso como sempre pelo lado esquerdo, Bernard demonstrou sua imensa capacidade no apoio ao ataque e foi letal quando a bola caiu em seus pés. “Eu tento estar mais perto do gol e os gols estão saindo. Estou me destacando com o coletivo e individualmente, me mostrando também para fora do país. Cuca fala para eu estar bastante concentrado, porque as bolas vão chegar, e eu pude fazer os gols hoje”, declarou, na saída do campo.

Por fim, a segunda vitória confirma o bom início do Galo na Libertadores e já começa a abrir o caminho rumo às oitavas. Nestas primeiras apresentações, a equipe treinada por Cuca manteve intacta a consistência apresentada desde o ano passado e ganhou mais poder de fogo com a chegada de Tardelli. E se alguns esperavam Ronaldinho como estrela única da companhia, o camisa 10 talvez precise dividir os holofotes. Bernard mostrou que está pronto para ascender ainda mais nesta Libertadores.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo