América do SulLibertadores

Flu vence e mantém campanha 100% de visitantes no Grupo 8

Huachipato e Fluminense fizeram um jogo franco na Arena CAP, em Talcahuano. Em busca da recuperação após a derrota acachapante frente o Grêmio, semana passada, o Flu viajou para o Chile com a missão de agredir os acereros. Bem no ataque, mas pecando na finalização, os cariocas foram arrumando espaço na zaga adversária, abusando dos cruzamentos.

Nery Veloso, arqueiro do Huachipato, facilitou a vida dos visitantes: em várias ocasiões, saía mal e errava a bola, deixando-a livre para os atacantes, desatentos. Fred e Wellington Nem perderam boas oportunidades de abrir o placar no primeiro tempo.

Com a bola nos pés e errando pouquíssimos passes, o Fluminense monopolizou as ações nos 45 minutos iniciais, mas errava a última bola antes do gol. Pouco antes do intervalo, Wellington Nem desperdiçou uma chance inacreditável, digna de vídeo na internet: o atacante recebeu de cara para o gol, sem goleiro. Chutou mal e acertou a trave, para desespero dos companheiros.

Pois o futebol resolveu ser cruel com o tricolor. Desatento nos lances iniciais após o intervalo, o Huachipato abriu o placar. Leandro Euzébio só olhou e deixou Braian Rodríguez finalizar. Seria um desastre se Abel Braga não tivesse a receita da virada em suas mãos. Lançando sua equipe ao ataque, ficou evidente a superioridade técnica em relação aos donos da casa.

A cada bola lançada na área chilena, a esperança aumentava. Na base do abafa, uma jogada passou por Carlinhos, que cruzou para Fred. O artilheiro ajeitou de peito para Wellington Nem, que pegou de primeira para empatar. A tônica do jogo tricolor havia se tornado outra. Depois dos muitos erros, a ofensiva de Abel resolveu acertar o pé.

O susto serviu para despertar a equipe do Fluminense, que passou a pressionar com mais constância e agressividade. 11 minutos após o empate, Wagner foi decisivo. O meia tinha acabado de entrar na vaga de Deco e segundos depois fez sua primeira intervenção, chutando para o fundo das redes de Nery Veloso. 2 a 1 e segue o panorama maluco no grupo 8. Em cinco partidas, só os visitantes venceram até aqui.

Assumindo temporariamente a liderança da chave, o Fluminense marca seis pontos e aguarda o resultado de Grêmio x Caracas, no dia 5 de março, na Arena Grêmio.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo