América do Sul

Este zagueiro do Atlético Nacional certamente teve pesadelos, após tamanha humilhação

Felipe Aguilar teve uma noite difícil nesta quinta-feira. Não deve ter dormido direito. E, com sorte, não precisou de remédios para dores na coluna. O camisa 3 do Atlético Nacional saiu de campo desmoralizado, após a derrota por 3 a 1 para o Patriotas de Boyacá, pelo Campeonato Colombiano. E o problema não foi apenas o placar, mas a forma como o tropeço se consumou. Autor do terceiro gol dos anfitriões, já nos acréscimos do segundo tempo, Carlos Andrés Mosquera humilhou seu marcador. Foram três dribles em sequência, atravessando todo o campo de ataque. No último corte, Aguilar já parecia sem rumo e quase tropeçou nas próprias pernas. Golaço por toda a jogada, mas ainda mais pela maneira como o defensor apanhou da própria sombra:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo