América do SulLibertadoresSul-Americana

Estádio Centenário de Montevidéu receberá as finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana em 2021

Apesar de não estar na lista de candidatas, a cidade uruguaia foi escolhida em parte pela vacinação mais avançada do Uruguai

A Conmebol anunciou nesta quinta-feira que o Estádio Centenário de Montevidéu será a sede das finais da Copa Sul-Americana e da Libertadores de 2021, em dois sábados, 6 e 20 de novembro, respectivamente. A decisão era esperada, mas não deixa de ser um pouco surpreendente porque, dois meses atrás, a cidade uruguaia não constava entre as candidatas para receber as decisões deste ano.

Mas há explicações, sanitárias e políticas. Primeiro, Montevidéu já havia se colocado na briga para a final da Libertadores de 2022. Precisou apenas adiantar um pouco os planos. E, segundo a Conmebol, a projeção é que o Uruguai esteja em uma situação melhor da pandemia no fim do ano, pelo menos em comparação com a maioria dos países do continente.

Neste momento, segundo levantamento da Universidade de Oxford, o Uruguai já vacinou 36% da sua população com pelo menos uma dose de alguma vacina. Apenas o Chile tem uma taxa maior (46%) na América do Sul. Argentina e Brasil aparecem na sequência, com 17% e 15%, respectivamente.

Segundo o Globo Esporte, o governo do Uruguai garantiu à Conmebol que os jogos serão com portões abertos e presença de público. “A boa situação sanitária projetada para novembro no Uruguai, país que planeja vacinar uma alta porcentagem da sua população em julho, foi determinante para a decisão, em um ano excepcional e condicionado pela pandemia”, afirmou a entidade, em nota oficial.

Além disso, a pandemia tem sido uma oportunidade para reforçar campanhas para sediar a Copa do Mundo de 2030. Portugal, candidato ao lado da Espanha, salvou a Uefa duas vezes seguidas abrindo seus estádios para as finais da Champions League. Organizou a bolha que encerrou a temporada passada e emergencialmente disponibilizou o Estádio do Dragão, após a decisão deste ano ser retirada mais uma vez de Istambul, no momento em que a Turquia passa por um aumento de casos de Covid-19 e está sob lockdown.

O Uruguai, ao lado de Argentina, Paraguai e Chile, também gostaria de receber o Mundial de 2030 e não perdeu a chance de mostrar serviço. E já havia agradado a Conmebol com a intermediação do presidente uruguaio Luis Lacaelle Pou da compra de 50 mil doses de vacinas do laboratório chinês Sinovac para a entidade distribuir entre os participantes de seus torneios.

A própria Conmebol admitiu essa relação. “As finais únicas servirão como um relançamento do Centenário, no marco da candidatura sul-americana para a Copa do Mundo de 2030. A Associação Uruguaia de Futebol desenhou um plano de investimentos para seu principal palco esportivo, com o objetivo de chegar a 2030 com uma renovação radical. Também em relação à capacidade hoteleira e operativa dos aeroportos, Montevidéu obteve uma classificação alta”, afirmou a entidade.

O Estádio Monumental de Guayaquil, no Equador, foi escolhido como sede da final da Libertadores de 2022. O Mané Garrincha, em Brasília, receberá a decisão da Copa Sul-Americana do mesmo ano.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador de anúncios? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!