América do Sul

Empate entre Espanha e Colômbia serviu para consagrar Falcao como maior artilheiro da seleção

A cidade de Murcia recebeu um bom amistoso nesta quarta. Espanha e Colômbia fizeram um jogo aberto, ofensivo e de muitas chances de gol. Não à toa, as redes balançaram quatro vezes, com o empate entre 2 a 2 prevalecendo ao final. David Silva abriu a contagem para a Fúria, antes que Edwin Cardona e Radamel Falcao García virassem aos Cafeteros. A insistência do time da casa, todavia, acabou dando resultado aos 42 do segundo tempo, com Álvaro Morata completando o cruzamento de Saúl Ñíguez. Ocasião ainda mais especial pelo feito alcançado por Falcao, isolando-se como maior artilheiro da história da equipe nacional.

Para completar a enorme temporada que vive, El Tigre apareceu de maneira decisiva no início do segundo tempo. Antecipou-se à marcação para arrematar de cabeça o escanteio batido por James Rodríguez. O seu 26° gol pela seleção colombiana. O centroavante não marcava pela equipe nacional desde junho de 2015, em amistoso contra a Costa Rica. Na ocasião, igualou Arnoldo Iguarán, antigo ídolo do Millonarios que defendeu a seleção durante 14 anos e teve papel primordial no final da década de 1980, ajudando na classificação à Copa do Mundo de 1990. Agora, o artilheiro do Monaco assume sozinho o topo da lista.

A importância de Falcao na seleção colombiana é inegável. São dez anos de serviços prestados aos Cafeteros, desequilibrando principalmente nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, quando seus gols auxiliaram bastante no retorno do país ao Mundial, após 12 anos de ausência. Foram nove tentos na campanha, um terço dos anotados por sua equipe. Uma pena que a grave lesão sofrida às vésperas do torneio tenha barrado sua presença nos gramados brasileiros. Já nos últimos meses, apesar da excelente forma, Falcao pouco entrou em campo com a camisa amarela. Disputou apenas os jogos das Eliminatórias de novembro, titular contra a Argentina e entrando no segundo tempo contra o Chile.

Aos 31 anos, Falcao García tem lenha para queimar por mais algum tempo. Persegue a primeira Copa do Mundo, em classificação palpável para a Colômbia, especialmente pela tabela relativamente tranquila que terá pela frente. Quem sabe, para El Tigre se distanciar ainda mais na lista de artilheiros – e é bom não se descuidar, porque James Rodríguez vem no encalço, com sete tentos a menos. Além disso, com 66 partidas oficiais, não seria surpreendente se o centroavante galgasse alguns lugares rumo ao Top 10 de atletas que mais entraram em campo pelos Cafeteros. Seu lugar na história já está garantido.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo