América do SulLibertadores

Com três gols, Neymar dá espetáculo contra o Inter

O talento de Neymar proporcionou um show na Vila Belmiro nesta quarta-feira. O atacante executou alguns de seus melhores truques com a bola nos pés para derrubar o Internacional e proporcionar vitória por 3 a 1 ao Santos, a primeira dos alvinegros na Libertadores. Foram três gols saídos dos pés do prodígio, o segundo deles uma verdadeira pintura, ao driblar toda a defesa colorada.

A superioridade do Peixe se deu logo no primeiro tempo, pressionando a defesa gaúcha. Aos nove minutos, Neymar recebeu bola pelo lado esquerdo da grande área e chutou com firmeza, mas Muriel defendeu com os pés. Já o primeiro gol sairia aos 16 minutos, após pênalti cometido por Índio sobre Borges. Neymar foi para a cobrança e não desperdiçou, acertando o canto esquerdo de Muriel.

O gol não apagou o melhor momento santista. Pouco depois, Arouca puxou ataque rápido e lançou Neymar. O garoto mirou o canto de Muriel, mas acabou carimbando a trave. Contido, o Inter não conseguia construir jogadas ofensivas, enquanto sofria na defesa. Aos 35 minutos, Neymar deixou Juan de frente para o gol, mas o lateral chutou para fora.

O Internacional pareceu acordar para o segundo tempo, buscando mais o ataque e ameaçando mais os paulistas. Aos quatro minutos, Rafael foi obrigado a executar um milagre. Nei avançou até a linha de fundo e cruzou para Leandro Damião, que fuzilou. À queima-roupa, o goleiro rebateu já em cima da linha.

O vigor colorado, contudo, foi desestabilizado pela genialidade de Neymar aos nove minutos, com um gol de placa do camisa 11 santista. O atacante arrancou desde o meio de campo, passando por quem aparecesse pela frente. Após entortar Nei e Rodrigo Moledo ao mesmo tempo, o garoto deu um leve toque sobre Muriel para arrematar sua pintura.

O Inter tentava reagir e, procurando o ataque, diminuiu dez minutos depois. Kleber levantou bola precisa para Oscar dentro da área e, na saída de Rafael, o meia rolou para Damião completar para as redes vazias.

Porém, não havia força de vontade colorada que parasse Neymar. No instante seguinte o atacante marcou o terceiro do Santos, seu terceiro gol na partida. O atacante arrancou pela esquerda do ataque e mais uma vez chamou Moledo para o baile. Depois de deixar o zagueiro tonto, chutou no alto do gol, longe do alcance de Muriel.

Depois do gol, o Santos passou a administrar o resultado quando tomava a posse de bola. O Internacional até tentava diminuir, mas não conseguia passar pela barreira adversária, se limitando a chutes de longe e cruzamentos sem direção. E o Peixe ainda quase faria o quarto, aos 39 minutos, em cobrança de falta de Elano que passou a centímetros da trave.

A vitória embola a situação no Grupo 1 da Libertadores. O The Strongest permanece com sua surpreendente liderança, após somar seis pontos em duas partidas. Já Santos e Inter brigam pelo segundo posto, com três pontos cada e vantagem no saldo de gols para os alvinegros. Por fim, o Juan Aurich aparece na última colocação, ainda sem pontuar.

Vélez sofre primeiro revés contra Deportivo Quito

Pelo Grupo 7 da Libertadores, o Vélez Sarsfield foi até o estádio Atahualpa e não resistiu à altitude de Quito. O Fortín foi derrotado pelo Deportivo Quito por 3 a 0 e perdeu os 100% de aproveitamento obtidos nas duas primeiras rodadas da Libertadores. Melhor para os azulgrana, que venceram a primeira partida no ano após sete jogos e agora somam quatro pontos na competição continental.

O Vélez tentou ditar o ritmo da partida durante o primeiro tempo, mas os equatorianos se aproximaram mais do gol nos primeiros minutos. Já os argentinos tiveram sua oportunidade mais clara aos 32 minutos, em cabeçada de Federico Insúa que Giovanny Espinoza afastou. Nos acréscimos da primeira etapa, porém, o Fortín começou a ruir, quando Matias Alustiza abriu o marcador cobrando pênalti.

Já no início do segundo tempo, Fidel Martínez cabeceou cruzamento de Luis Saritama e ampliou a vantagem para os anfitriões. O tento derrubou de vez os argentinos, que passaram a ser pressionados. Aos 26 minutos, em retribuição, Martínez tocou para Saritama finalizar com precisão e fechar o marcador.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo