Argentina

Para empolgar ainda mais

A distância do líder Lanús para o segundo colocado Vélez continua sendo de um ponto. O mesmo serve para a vantagem que o Fortín possui em relação ao Huracán, dono do terceiro lugar. Na 15ª. rodada do Clausura, estas três equipes venceram, mas o Granate acabou se destacando, pois ganhou um clássico que era bastante complicado.

Fora de casa, o Lanús derrotou o Banfield pela contagem mínima e chegou aos 31 pontos. Este foi um triunfo bem significante, pois o Taladro ainda não havia perdido como mandante na competição (quatro vitórias e dois empates) e os times são vizinhos no sul da Grande Buenos Aires. Bossio, goleiro do Lanús, completou 200 partidas pelo seu clube.

O Vélez recebeu o Boca, desclassificado nas oitavas-de-final da Libertadores, e ganhou por 2 x 0. A abertura do placar aconteceu aos 17 minutos da etapa final e os anfitriões ampliaram a vantagem aos 18.

Em Rosario, o Huracán derrotou o Central por 2 x 1, com dois gols de Pastore. O meia também havia feito dois gols na rodada anterior, quando o Globo venceu o River por 4 x 0. Desde os nove minutos do primeiro tempo os Canallas atuaram com dez homens, devido à expulsão do zagueiro Burdisso. O atleta recebeu o cartão vermelho no momento em que o Huracán já ganhava por 1 x 0.

Pérez sem comparação

Agora, com a eliminação do Boca na Libertadores, o Estudiantes é a única equipe argentina que permanece na competição continental. No último sábado, em La Plata, o Pincha entrou em campo para disputar mais uma partida do Clausura e ganhou do Argentinos Juniors por 3 x 2. A estrela do jogo foi o meio-campo Enzo Pérez.

O Estudiantes venceu o primeiro tempo por 2 x 0, com dois gols de Pérez. Depois do intervalo, o Bicho surpreendeu e chegou ao empate logo aos quatro minutos. Para a alegria da torcida local, Pérez estava em um dia inspirado e garantiu o triunfo do Estudiantes aos 16.

Pelo lado do Argentinos, a situação não é nada boa. Vamos começar pela defesa, que sofreu sete gols nas duas últimas rodadas – na rodada anterior, o time havia sido derrotado por 4 x 2 pelo Godoy Cruz. Já o técnico Claudio Vivas pediu demissão após a partida contra o Estudiantes. Ele havia assumido o cargo em janeiro, antes do início do torneio. Com Vivas no comando, o Argentinos obteve duas vitórias, sete empates e seis derrotas na competição. Estes números são responsáveis pelo fato de o Argentinos estar hoje na lanterna, ao lado do Arsenal.

Outro Claudio, o Borghi, foi anunciado como novo técnico do Argentinos e fará sua estreia na 17ª. rodada contra o Central, em Rosario. Diante do River, na próxima partida, o comandante será Fabián de Sarrasqueta, que é o treinador da equipe reserva. O Argentinos será o mandante deste jogo.

Um não faz gol e o outro não sofre

Como dissemos na coluna passada, o Chacarita perdeu a liderança da segunda divisão depois de um longo período. Não bastasse isso, o Funebrero acumula agora três jogos sem fazer gol na competição. Em seu último compromisso, o Chacarita empatou por 0 x 0 com o Talleres, em Córdoba. A fase não é das melhores, mas, pelo menos, o time permaneceu na segunda posição, com 62 pontos. Quem tem motivos de sobra para sorrir é o Atlético Tucumán, dono do primeiro lugar com 65. O Decano visitou o Ferro, ganhou pela contagem mínima, se tornou a única equipe a vencer fora de casa na rodada e tem cinco triunfos seguidos no campeonato. Em todas estas vitórias, o adversário não fez gol. Não é preciso mais nada, certo?

O Instituto assumiu sozinho a terceira colocação, com o empate por 1 x 1 diante do San Martín, em San Juan. Gagliardi, lateral-direito dos visitantes, marcou o segundo gol do confronto aos 48 minutos da etapa final. Já são três partidas consecutivas em que o Instituto empata por 1 x 1 como visitante na competição. Também fora de casa, o Belgrano perdeu para o Almagro por 2 x 1 e estacionou nos 57 pontos, um a menos que o rival Instituto. O adversário não ganhava na segunda divisão havia oito rodadas (quatro empates e quatro derrotas). Com a mesma pontuação do Belgrano aparece o Aldosivi, que venceu o CAI por 1 x 0, em Mar del Plata. Ambos possuem também o mesmo saldo de gols, mas o Celeste leva vantagem no número de gols marcados (33 x 31).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo