Argentina

Nada engraçado para o Racing

O Racing empatou por 1 x 1 com o Argentinos Juniors em seu estádio. Foi a sétima vez no Clausura em que o time de Avellaneda saiu do gramado com apenas um ponto. Aliás, o Racing é o recordista de empates. O resultado fez com que a Academia continuasse na zona de repescagem. Essa, porém, não é a única notícia ruim para seu torcedor. O goleiro Hilario Navarro se contundiu durante o segundo tempo e vai desfalcar sua equipe até o encerramento do torneio, que terá mais cinco rodadas. Quem o substituiu no jogo foi Martínez Gullotta, de 24 anos.

Segundo o técnico Juan Manuel Llop, ainda não está definido quem será o titular da posição daqui para frente: “Sinceramente, não decidi, porque tenho que avaliar algumas situações e ver o que é melhor”. O que preocupa em relação a Gullotta é sua pouca experiência na divisão principal argentina. Antes de substituir Navarro, ele havia disputado somente uma partida: pelo próprio Racing, no Apertura 2007, contra o San Lorenzo. E essa estréia não lhe causou boas lembranças. Gullotta entrou em campo aos 41 minutos da etapa inicial, já que Campagnuolo havia recebido o cartão vermelho. O placar era de 3 x 1. No segundo tempo, o Ciclón virou para 4 x 3. Além do Racing, Gullotta defendeu também o modesto Juventud Antoniana.

Os outros goleiros do elenco do Racing são bem mais experientes. Um é o já citado Campagnuolo, de 34 anos. Ele tem 274 atuações na primeira divisão do país e atuou por outros dois clubes importantes: San Lorenzo e Valencia-ESP. Mais uma opção é Leyenda, de 28 anos, contratado neste ano. Ainda não fez sua estréia no Racing. Em seu currículo, estão registradas 83 partidas na elite argentina e passagens por Vélez, Banfield, Independiente e River.

Eliminados na Libertadores, líderes no Clausura

Um deixou a Libertadores nas oitavas-de-final e o outro se classificou. Na 14ª. rodada do Clausura, ambos se enfrentaram. Foi um jogo importante para o torneio, pois o Estudiantes era um dos líderes e o Boca vinha logo atrás, com um ponto a menos. O técnico xeneize, Carlos Ischia, resolveu não priorizar a competição continental e colocou em campo o que tinha de melhor. Um dos considerados titulares que não atuaram foi Riquelme, que estava sentindo dor na perna direita.

A partida teve somente um gol, marcado por Maggiolo, do time de La Plata. Além de ter permanecido na primeira colocação, o Estudiantes viu o San Lorenzo ficar para trás. Sua única companhia agora é o River, que ganhou do Gimnasia La Plata no Monumental por 4 x 2, de virada. Dessa maneira, os Millonarios conseguiram se levantar depois de seus dois tropeços – derrota para o rival Boca, no Clausura, e empate com o San Lorenzo, que significou a eliminação na Libertadores. O Lobo fez 1 x 0, sofreu o empate e voltou a ficar em vantagem ainda na etapa inicial. Quando o River já vencia por 3 x 2, os visitantes ficaram com um homem a menos, devido à expulsão do lateral-direito Ormeño. O San Lorenzo, que também era líder, foi derrotado em casa por 1 x 0, no clássico diante do Independiente.

Ainda há motivação

O torcedor do Lanús que deixou o estádio aos 45 minutos do segundo tempo, quando o Granate perdia para o San Martín por 1 x 0, não viu a virada histórica que ocorreu. Os dois gols do Lanús, que atuou na casa do adversário, foram marcados aos 46 e aos 49.

Assim como Estudiantes e River, o Lanús também deixou a Libertadores nas oitavas-de-final. Agora esse trio não vê a hora de retornar à competição sul-americana para tentar o que não conseguiu neste ano. A sorte do Lanús é que sua vaga já está garantida para a competição sul-americana em 2009, pois conquistou o último Apertura. Então, quais são as pretensões do Lanús no Clausura que está em andamento? Chance de alcançar o título não existe mais – os líderes têm 30 pontos e o Lanús pode chegar somente aos 26. O que resta para o elenco é a oportunidade de classificação para a próxima Copa Sul-Americana.

Hoje o Lanús tem 49 pontos e está em 10° lugar na temporada, ao lado do Argentinos Juniors. Os quatro primeiros garantem uma vaga na competição sul-americana. Mas temos que ressaltar um detalhe: Boca e River já estão convidados para a Copa Sul-Americana. Por isso, ambos não entram na citada lista dos quatro primeiros. Caso a temporada terminasse agora, Estudiantes, San Lorenzo, Independiente e Vélez estariam classificados. A diferença do Lanús para Independiente e Vélez é de cinco pontos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo