Argentina

Justiça investiga Riquelme por “incitação à violência”

Juan Román Riquelme se tornou alvo da Justiça argentina. O meia do Boca Juniors corre o risco de ser punido por “incitar a violência” ao comemorar um dos seus dois gols na vitória por 2 a 1 dos xeneizes sobre o Racing, neste domingo, pelo torneio Apertura.

O incidente ocorreu no segundo tempo. Após marcar, Riquelme correu em direção a um setor das arquibancadas do estádio La Bombonera. Ele apontou para um jovem, que o teria insultado durante a partida. Outros torcedores cercaram o rapaz, mas logo a confusão se desfez.

“Foi um mal-entendido. Disse-lhe algo, mas com um o intuito de incentivá-lo. Logo apareceram pessoas que me agrediram e que não eram daquele setor. Quiseram me tirar de lá, mas chegamos a um acordo para que ficasse ali. Gostaria de pedir desculpas a Riquelme”, afirmou Agustín Pozzetti, de 21 anos, a quem o jogador se referiu.

Caso seja considerado culpado, Riquelme pode receber uma multa ou então ser obrigado a contribuir um valor determinado para alguma entidade pública.
 

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo