Argentina

Avellaneda a ver navios

A última vez em que o Racing faturou um torneio argentino foi em 2001, no Apertura. Já seu maior rival, o Independiente, não é campeão nacional desde 2002. Essa conquista também ocorreu no Apertura. Hoje, olhando o início do Clausura 2009, parece que as duas equipes vão ter que esperar um pouco mais pra sair da pequena fila. Na rodada inaugural, o Independiente atou como mandante no estádio do Huracán e empatou por 0 x 0 com o Vélez. Sorte do Rojo que o resultado foi esse, pois o Fortín desperdiçou uma cobrança de pênalti no primeiro tempo. O Racing saiu de campo sem nenhum ponto: visitou o Lanús e perdeu, de virada, por 3 x 1. Se a situação dos times de Avellaneda não era de se elogiar, piorou mais ainda na segunda rodada…

Em Tucumán, o Independiente enfrentou o San Martín e foi derrotado por 3 x 0. Todos os gols foram marcados na etapa final pelo atacante chileno Canío. Péssimo dia para o Rojo, que fez homenagem a ex-jogadores do clube em sua camisa: cada uma delas carregava o nome de um ídolo do Independiente. Atuando em casa, diante do Huracán, o Racing também perdeu pela diferença de três gols. Porém, o placar foi de 4 x 1. Os gols também foram anotados em um só tempo (primeiro) e a Academia perdeu de virada mais uma vez.

Não bastasse o momento ruim no torneio, o Independiente também sofre longe dos gramados. No domingo à noite, após a derrota, torcedores do clube ameaçaram os atletas e exigiram maior esforço deles. Essa cena foi vista no hotel em que a delegação do Rojo se hospedou em Tucumán. No dia seguinte, mais uma manifestação da torcida: uma faixa com palavras fortes foi colocada a poucos metros do local onde são realizados os treinos do Independiente.

Vivendo em seus complicados ambientes, Independiente e Racing farão o clássico de Avellaneda no próximo sábado. O mando será do Rojo, cujo estádio está sendo reformado. Então, o estádio do Huracán será utilizado pelo Independiente mais uma vez. Aproveitando que o assunto é esse, vale lembrar que o Independiente estava mandando suas partidas do Apertura passado no estádio do Racing. Todavia, o ano de 2008 terminou e apareceu uma polêmica: a primeira medida da gestão de Rodolfo Molina, presidente eleito do Racing, foi anunciar que a Academia não alugaria mais seu estádio para o rival.

A segundona voltou e o Chacarita se afastou

Quem gosta da segunda divisão argentina pode ficar tranqüilo. Afinal, os times voltaram aos gramados para a estreia do segundo turno, depois de dois meses sem jogos. A única equipe que venceu como visitante foi o All Boys: em Córdoba, fez 2 x 1 contra o Instituto, de virada. O destaque da 20ª. rodada, no entanto, foi o Chacarita. Campeão do primeiro turno, o Funebrero agora tem seis pontos de vantagem para o segundo colocado – antes eram cinco. Curiosamente, ‘seis’ também é o seu número de triunfos consecutivos.

O Chacarita jogou como mandante no estádio do Ferro e ganhou do Atlético Rafaela por 3 x 0. Belgrano e Talleres, os times que estavam no segundo lugar quando a rodada começou, não conseguiram vencer. Em Córdoba, o Belgrano empatou sem gols com o Unión. Este foi seu quarto compromisso, nas últimas cinco rodadas, sem balançar a rede. Já seu rival atuou fora de casa contra o Aldosivi e foi derrotado por 2 x 1. O novo vice-líder é o Atlético Tucumán, que recebeu o San Martín de San Juan e venceu por 3 x 1.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo