Alemanha

Stöger conta como Aubameyang forçou saída do Dortmund e elogia Reus em forma

Foi curta a convivência entre Peter Stöger e Pierre-Emerick Aubameyang. O treinador chegou ao clube em dezembro para substituir Peter Bosz. Em janeiro, com a abertura da janela, o atacante foi para o Arsenal, depois de semanas forçando a transferência, como relata Stöger em entrevista ao Sport Bild.

“Ele treinava bem quatro dias por semana, mas, para sublinhar seu desejo de sair, ele pulava as preleções antes das partidas ou se recusava a correr durante o último treinamento”, disse. “Ele não nos deixou alternativa. Tentamos de tudo para mantê-lo pelo menos meio ano, mas Auba não estava pronto para fazer isso”.

Aubameyang, que tem 19 gols em 26 partidas com a camisa do Arsenal, pediu desculpas a Stöger pelo seu comportamento. “Ele se desculpou pessoalmente comigo antes de ir embora. Nos encontramos e ele explicou que seu comportamento não tinha nada a ver com minha pessoa e que ele sentiu o meu apoiou”, afirmou.

O Borussia Dortmund, agora com Lucien Favre, lidera a Bundesliga, com 21 pontos, dois a mais que o Bayern de Munique. “Favre é um treinador muito bom. Tem experiência e traz ideias novas e também tem o tempo para implementá-las”, disse.

Marco Reus tem mostrando um grande futebol, nesta temporada, atuando em todas as partidas, com sete gols e seis assistências. “Um Marco Reus em forma é uma benção para qualquer treinador. Ele não precisa de muitas chances. Ele está finalmente em forma, depois de muito tempo, e espero que continue assim. Acredito que o Borussia Dortmund possa perseguir o Bayern nesta temporada e se manter à frente. Marco é um jogador que faz a diferença”, encerrou.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo