AlemanhaBundesliga

Lobos arrumam a casa

Como normalmente acontece, os clubes alemães fizeram investimentos mais contidos e sóbrios no mercado de inverno do que nas outras grandes ligas europeias. O Bayern Munique, satisfeito, se manteve à espreita, esperando uma boa oportunidade que não veio. O Borussia Dortmund contratou Marco Reus, mas só para a próxima temporada. O Schalke 04 trouxe pontualmente Chinedu Obasi, que já fez dois bons jogos, mas se resumiu a isso. Assim, quem se destacou na compra e venda de jogadores foi o Wolfsburg, que está com o elenco inchado até os ossos, e o Mainz 05, que conta com o retorno do ídolo Mohamed Zidan.

Nos Lobos, a situação na tabela é um pouco menos grave. O time, que gasta aos tubos o dinheiro da Volkswagen, ocupa a discreta nona colocação na tabela, o que é um feito para quem freqüentou a zona de rebaixamento com assiduidade na temporada passada e no início desta. O técnico Felix Magath, como é de costume, tocou o rebu no time, que parece finalmente se armar. Contratou o zagueiro brasileiro Felipe Lopes, o jovem e bom lateral esquerdo suíço Ricardo Rodríguez, o tcheco Petr Jiracek,, e todos viraram titulares logo de cara. O time também se desfez de alguns nomes que decepcionaram, como Aleksandr Hleb, Sotirios Kyrgiakos e Srdjan Lakic. O elenco, no entanto, ainda é muito grande, próximo dos 40 jogadores.

Nos dois primeiros jogos, pelo menos, o resultado apareceu dentro de campo. O time mostrou uma consistência defensiva muito maior do que de costume, segurou bem o ímpeto dos adversários e venceu o Köln por 1 a 0 na estreia no segundo turno. Em seguida, perdeu para o Bayern Munique por 2 a 0, mas fez uma partida correta taticamente e perdeu porque faltou talento para decidir. Se a defesa foi corrigida, o ataque ainda se ressente das saídas de Dzeko e Grafite, e só conta com Mario Mandzukic para resolver as coisas, o que é muito pouco. O recém-contratado Giovanni Sio e o jovem Sebastian Polter precisarão mostrar serviço com urgência.

No Mainz, as coisas são um pouco mais complicadas. O time venceu o Freiburg no último domingo por 3 a 0 e subiu para a 12ª colocação na tabela, mas agora conta com o retorno do ídolo Mohamed Zidan. Meia-atacante de 30 anos que atuou na equipe com sucesso entre 2005 e 2008 e retorna após uma passagem boa no início, mas ruim no fim pelo Borussia Dortmund, onde teve muitas lesões, mas se sagrou campeão alemão na temporada passada.

A chegada dele é um alento para o técnico Thomas Tuchel, que, assim como na temporada passada, apostou em vários jogadores jovens para compor o elenco. A diferença, no entanto, é que em 2010/11 essas apostas deram certo. Nomes como Anthony Ujah, contratado a peso de ouro, e Eric Choupo-Moting, não conseguem substituir André Schürrle e Lewis Holtby à altura, e Zidan poderá ser o acréscimo de experiência que faltava para conduzir, junto com Andreas Ivanschitz, o time para longe do rebaixamento. E a julgar pelo que fez o menos talentoso Tamas Hajnal ao sair do Dortmund para o Stuttgart, essa mudança tem tudo para dar certo.

No mais, quem também se deu relativamente bem foi o Stuttgart, que se livrou de Pavel Pogrebnyak, emprestado para o Fulham e contratou o bósnio Vedad Ibisevic, do Hoffenheim, com parte do dinheiro da venda de Bernd Leno ao Bayer Leverkusen. Os Schwaben, no entanto, ainda sentem falta de um meia articulador a mais no time, pois apenas o já citado Hajnal é capaz de exercer essa função no momento.

O Hoffe, por sua vez, corre perigo. Perdeu Ibisevic e repôs com Wellington, aquele mesmo ex-Náutico e Goiás, um dos maiores flops da história do clube. O técnico da equipe, Holger Stanislawski, reclamou publicamente da saída do centroavante bósnio e terá que remontar o ataque do time, que até tem sido produtivo com Ryan Babel, mas certamente precisa de mais nomes fortes e peças de reposição.

No mais, tudo mais ou menos como era antes. O Werder Bremen fez umas apostas aqui, o Kaiserslautern fez outras ali, o Bayern Munique é apontado como possível comprador de meio mundo e mais um pouquinho e Lucas Barrios, especulado em diversos clubes ingleses, fica no Borussia Dortmund, assim como o lesionado Mario Götze. No mercado de verão, porém, algumas mudanças mais significativas poderão acontecer. É esperar e conferir.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo