AlemanhaBundesliga

Dortmund e Schalke vencem e se recuperam na Bundesliga

Mais uma vez o Borussia Dortmund fez a lição de casa, no Signal-Iduna Park. Enfrentando um Hannover que sempre dificulta fora de seus domínios, os aurinegros se saíram bem e apresentaram bom padrão de jogo nos minutos iniciais.

O futebol vistoso estava de volta após a derrota ante o Bayern Munique pela Copa da Alemanha. Uma prova disso era a boa participação dos meias Blaszczykowski e Gündogan permitiu que Schieber e Lewandowski tivessem mais chances. Mudando seu esquema para dois atacantes, Jürgen Klopp aumentou a agressividade do Dortmund em campo.

Encurralando o Hannover, era questão de tempo para que saísse o primeiro gol, que veio aos oito, com assistência de Grosskreutz. Djourou e Schulz tiveram muito trabalho para lidar com as investidas dos mandantes, que não perdiam tempo com firulas. A objetividade aurinegra foi algo a se destacar.

Em mais uma falha da retaguarda dos Roten, Lewandowski pegou rebote de Zieler e completou para ampliar. Praticamente resolvida a vantagem, Klopp adotou a cautela e a inteligência para administrar o bom resultado. Tanta calma trouxe o Hannover para o ataque, e em longa batalha contra Felipe Santana e Subotic, Weidenfeller se enrolou com a bola, ela bateu no travessão e sobrou para Abdellaoue diminuir.

Restando pouco para o intervalo, o Dortmund se encontrava surpreendido pelo ritmo do adversário, mas teria algum tempo para se retomar o domínio. No segundo tempo, Lewandowski voltou com a corda toda e quase fez dois gols épicos. Um chapelando Djourou e outro batendo de cobertura.

Marco Reus cochilava em campo quando foi substituído por Götze, que botou fogo no jogo logo que botou os pés no gramado. No entanto, quem deu a bola perfeita para Schieber ampliar foi Blaszczykowski, um dos destaques na partida.  O 3 a 1 murchou os Roten, que preferiram não se expor aos contragolpes. Gastando a bola na segunda metade da etapa final, o Dortmund caminhava a passos largos para concretizar a vitória.

Sem ação, o placar ficou por isso mesmo, garantindo os três pontos para o time de Klopp, que fica 14 pontos atrás do Bayern, com um jogo a menos. Já o Hannover, empaca em décimo e vê o Schalke e o M’gladbach ultrapassando sua posição na tabela.

Schalke se recupera e atropela Wolfsburg fora de casa
Poucos esperavam, mas o Schalke passou o carro no Wolfsburg na Volkswagen Arena. A recuperação da equipe de Jens Keller é visível e a goleada diante dos Lobos foi o retrato dessa sobrevida dos azuis-reais. Sem se importar em incomodar os mandantes, o Schalke encaixou 4×1 com grande atuação de Draxler, que marcou duas vezes e Farfán. O triunfo longe de seus domínios coloca a equipe do Vale do Ruhr na zona de classificação para a próxima Liga Europa.

Leverkusen massacra com posse e finalizações, mas só vira o jogo no fim
Os Aspirinas encostaram no Dortmund na classificação geral. Anotando mais três pontos na vitória diante do Stuttgart, o Bayer segue sua perseguição a uma vaga direta na próxima Liga dos Campeões. O placar foi de 2 a 1 na BayArena, apesar dos números serem totalmente favoráveis aos mandantes, quem saiu na frente foram os schwaben, com Ibisevic. A reação de fato só tomou forma restando 10 minutos para o fim, com Kiessling e Bender. 70% de posse e 12 arremates não foram suficientes para tornar o placar mais elástico, mas pelo menos o Leverkusen se safou com a vitória.

Confira os resultados da 24a rodada:

Sábado, 2/mar
Frankfurt 0x1 M’gladbach
Wolfsburg 1×4 Schalke
Nürnberg 1×1 Freiburg
Hamburg 1×1 Greuther Fürth
Dortmund 3×1 Hannover
Werder Bremen 0x1 Augsburg
Leverkusen 2×1 Stuttgart

Domingo, 3/mar
Dusseldorf x Mainz
Hoffenheim x Bayern

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo