AlemanhaBrasil

Vira-casaca, Felipe Santana se diz adaptado à Alemanha

O zagueiro Felipe Santana foi um personagem importante na campanha do vice-campeonato do Borussia Dortmund na Liga dos Campeões. Foi dele o gol da vitória contra o Málaga, nas quartas de final, que selou a classificação do time às semifinais da competição. Reserva do time, o jogador resolveu trocar de time. Jogará pelo Schalke 04 na próxima temporada, justamente o maior rival do seu antigo clube. O jogador se diz adaptado à Alemanha e foi além: quer a cidadania alemã em alguns anos.

“Eu tive sondagens de fora do país, mas eu quis ficar na Bundesliga”, disse o zagueiro ao jornal Bild. “Eu me sinto bem na Alemanha agora que eu falo a língua. Eu também quero me candidatar a ter passaporte alemão em alguns anos”, declarou o jogador. Mas não pense que isso significa que ele quer jogar pela seleção alemã. Felipe Santana disse que um dos motivos de sair do Borussia Dortmund é que ele quer jogar mais, ser titular e conseguir chegar à seleção brasileira. Por isso, resolveu ficar na Alemanha e acabou escolhendo o Schalke.

Trocar de clube para um time rival é sempre uma dificuldade, porque será preciso conquistar os torcedores. “Um novo começo é sempre difícil”, afirmou. “Não foi diferente em Dortmund. Mas eu irei lutar e dar tudo pelo Schalke. Eu quero ganhar os corações dos torcedores do Schalke”, disse ainda Santana. “Eu ainda não decidi se irei continuar morando em Dortmund. Talvez eu me mude para Dusseldorf. Eu tenho muitos amigos em Dortmund e ficarei em contato com eles se eu sair”, contou.

O Schalke 04 joga na cidade de Gelsenkirchen, que fica a 35 quilômetros de Dortmund. Dusseldorf, para onde Felipe Santana pensa em morar, fica a cerca de 50 quilômetros de Gelsenkirchen.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo