Bundesliga

Watzke, CEO do Dortmund: “Posso aconselhar Haaland que faça como Lewa e saia daqui como uma estrela mundial”

O Borussia Dortmund já se prepara à despedida de seus dois maiores talentos no elenco atual. Os aurinegros sabem que não desfrutarão de Jadon Sancho e Erling Braut Haaland por muito tempo, diante do potencial dos jovens. Por enquanto, há perspectivas distintas para as duas promessas. Enquanto Sancho se viu balançado pelo Manchester United durante os últimos meses, o BVB se planeja para segurar Haaland um pouco mais. A afirmação é de Hans-Joachim Watzke, chefe-executivo do clube.

“Não sei o que acontecerá. Erling e seu empresário, Mino Raiola, sabem o que oferecemos para eles. Posso aconselhar que faça como Lewandowski, para sair daqui convertido em uma estrela mundial – e isso não se pode conseguir em apenas um ano. Se Erling nos deixar, será para ir a um clube maior. Muitos ainda não estão preparados para isso. Se você opta por ir a um clube como o Real Madrid, por exemplo tem que se um jogador de primeiro nível”, declarou Watzke, em entrevista à revista Kicker.

Durante as últimas semanas, o interesse do Real Madrid sobre Haaland ganhou força nos jornais. Os merengues seriam os favoritos na corrida pelo norueguês, mirando o jovem como substituto ideal a Karim Benzema no comando do ataque. A intenção do Dortmund é usufruir do talento de Haaland por mais um ou dois anos, sabendo desde o princípio que serviria de trampolim ao prodígio. O contrato com o centroavante já foi acertado em condições favoráveis para uma venda futura que se encaixasse ao benefício do atleta e de seu empresário. Até por aceitarem as condições, os aurinegros venceram a corrida pelo artilheiro em 2019.

Quanto a Sancho, a venda parecia bastante provável nesta temporada, com o Manchester United próximo do jogador. O acordo não saiu e, com a queda de rendimento do inglês, o Dortmund tenta recuperá-lo para que o ponta não se desvalorize. “Em seu subconsciente, Jadon provavelmente já tinha se preparado um pouco para uma mudança. Acho que ele pensou tanto a respeito que perdeu sua calma. Mas eu o vi treinando duro durante as últimas semanas”, analisou Watzke.

No final de semana, Sancho marcou seu primeiro gol nesta Bundesliga. Para o dirigente, o tento deve sinalizar sua recuperação na reta final da temporada: “A maior diferença é que ele costumava não pensar na próxima jogada com a bola, o que faz agora. E o décimo de segundo que ele perdia ajudava os adversários. Quanto mais você tenta, como um homem de criação, mais difícil isso se torna. Acho que ele precisa de dois ou três boas partidas em sequência, então as coisas melhorarão de novo. Ele continua sendo um dos maiores talentos que existem”.

O Borussia Dortmund ocupa a quarta colocação da Bundesliga. Com as oscilações recentes da equipe, que culminaram na demissão de Lucien Favre, os aurinegros permitiram que o Bayern de Munique abrisse uma vantagem de oito pontos na liderança. Artilheiro do time com dez gols, Haaland faz falta por sua lesão que o tirou dos últimos jogos de 2020. Já Sancho tenta se redimir na metade final do campeonato, depois de meses abaixo de seu rendimento.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo