Bundesliga

Trapp colecionou defesas impossíveis e o Frankfurt superou o Bayern dentro da Allianz Arena

Trapp viveu uma das grandes atuações de sua carreira, enquanto Neuer falhou no gol decisivo de Kostic

O Eintracht Frankfurt sustentava um incômodo jejum contra o Bayern de Munique. As Águias impuseram derrotas duras aos todo-poderosos nos últimos anos, como na final da Copa da Alemanha e na demissão de Niko Kovac, mas não ganhavam um jogo na Baviera desde novembro de 2000. E o primeiro triunfo do Frankfurt na Allianz Arena aconteceu apenas neste domingo, com uma atuação fabulosa de Kevin Trapp. O goleiro operou uma série de defesas incríveis e segurou as pontas até que Filip Kostic decretasse a virada por 2 a 1 no fim – curiosamente, numa falha de Manuel Neuer. O time de Julian Nagelsmann sofre a primeira derrota nesta Bundesliga, enquanto os comandados de Oliver Glasner registram a primeira vitória, depois de cinco empates nas seis primeiras rodadas da competição.

O primeiro tempo contou com amplo domínio do Bayern de Munique, que logo ensaiou o primeiro gol na Allianz Arena. Kevin Trapp realizou sua primeira boa defesa aos três minutos, num lance em que Robert Lewandowski estava impedido, e pouco depois o artilheiro mandou uma cabeçada por cima. Leroy Sané também tentaria o seu numa cobrança de falta que passou ao lado da trave. O Frankfurt tinha breves respiros limitados a bolas longas, que não davam frutos. Enquanto isso, se Trapp ainda não era obrigado ainda a fazer milagres, acabava bastante exigido em saídas de gol e intervenções seguras.

O gol do Bayern parecia questão de tempo e ele tomou forma depois dos 25. Primeiro, Niklas Süle bateu com muito perigo após passe de Thomas Müller. Já aos 29, Leon Goretzka balançou as redes. Numa bola roubada no campo de ataque, Müller e Lewa tabelaram, para que Goretzka invadisse a área e tirasse do alcance de Trapp. Sané ainda poderia ter feito o segundo na sequência, mas Trapp se antecipou em ótima defesa. E, aos 32, o Frankfurt saiu com o empate quando menos se esperava, graças a um escanteio. Filip Kostic cobrou e Martin Hinteregger subiu mais que Dayot Upamecano para conferir de cabeça.

O restante do primeiro tempo ainda foi jogado no campo de ataque do Bayern, mas o Frankfurt conseguiu travar melhor as oportunidades e contava com o desacerto dos bávaros. Inclusive, as Águias poderiam ter virado aos 42. Djibril Sow levantou a bola e Almamy Touré ganhou no alto, antes de fuzilar diante de Neuer. O goleiro se agigantou para o milagre. E o Bayern lamentaria o lance desperdiçado na sequência, quando Sané cruzou para Serge Gnabry na pequena área e o ponta carimbou a trave, mesmo com a meta aberta à sua frente. Faria falta. Antes do intervalo, em outro aviso do Frankfurt, a bola também cruzou a pequena área adversária sem que ninguém finalizasse.

O segundo tempo não mudaria tanto o cenário, com o Bayern amplamente no ataque e o Frankfurt segurando o placar. Foi quando Trapp realmente se mostrou decisivo, com sua defesa excepcional aos 11 minutos. Lewa estava sozinho na pequena área e cabeceou conforme o manual, numa testada para baixo. O arqueiro esticou o pé e realizou uma defesa que parecia impossível. A pressão do Bayern continuava e Trapp permanecia intransponível. O goleiro faria outra defesaça contra Gnabry, numa pancada aos 19, e também frustrou Sané no minuto seguinte, em tiro de fora.

Julian Nagelsmann começou a acionar seu banco de reservas, com as entradas de Jamal Musiala e Marcel Sabitzer. O Bayern encontrava dificuldades para gerar lances de perigo e, mais à vontade, o Frankfurt se soltava nos contragolpes. As Águias teriam um lance salvo por Neuer no mano a mano. Já aos 38, veio o gol que garantiu o triunfo aos visitantes. Num contragolpe, Kostic puxou muito bem a jogada e, depois da tentativa pelo meio, a bola voltou com o camisa 10. Com espaço na esquerda, ele abriu para o chute e, mesmo com pouco ângulo, mandou o tiro rasante de canhota. Neuer errou no movimento e permitiu o tento.

Restava pouco tempo para a recuperação do Bayern, mas os anfitriões ainda não desistiram do resultado. A última chance da equipe surgiu em outro lance de Goretzka, que recebeu na entrada da área e mandou um tirambaço nos acréscimos. Trapp realizou sua última defesa espetacular, com um tapa ágil que desviou a bola para escanteio. Neuer até subiu para o ataque no fim, mas o desespero não rendeu o empate dos bávaros. O Frankfurt podia comemorar seu excelente resultado, que não vivia há mais de duas décadas.

O Bayern de Munique permanece na liderança da Bundesliga, com 16 pontos, mas vê o Bayer Leverkusen se igualar. Borussia Dortmund e Freiburg também encostam nos líderes, um ponto atrás. Já o Frankfurt respira na parte inferior da tabela. Chega aos oito pontos, no 13° lugar, se distanciando da zona de rebaixamento. Uma vitória em ótima hora.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo