Bundesliga

Thomas Müller diz que Élber foi um dos seus ídolos: “Grande atacante e sempre com um sorriso no rosto”

O atacante do Bayern de Munique também deu a receita para tentar parar Robert Lewandowski

Giovane Élber foi um dos atacantes mais prolíficos da Bundesliga. Pelo Bayern de Munique, marcou 92 gols em 169 partidas pelo Campeonato Alemão, chegou a 139 por todas as competições e também teve uma ótima média com a camisa do Stuttgart. Além dos lances, um sorriso provocante no rosto do brasileiro apelava ao garoto Thomas Müller que sonhava em ser jogador de futebol.

“Um dos meus ídolos foi Giovane Élber. Ele era um grande atacante e sempre com aquele sorriso no rosto. Eu amava aquilo”, afirmou, em entrevista ao One Footbal, na qual também deu uma dica, entre aspas, para os adversários tentarem parar o atacante Robert Lewandowski, com 13 gols em 10 partidas neste começo de temporada.

“Talvez o melhor para pará-lo seja colocar três marcadores nele”, disse, antes de começar a dar risada. “Acho que é uma boa ideia porque ai eu fico sozinho, Gnabry fica livre, Sané fica livre, Roman fica livre e nós podemos marcar os gols. E o Bayern de Munique vence”.

Confira o trecho da entrevista:

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo