Bundesliga

Recuperado de um tumor, Marco Richter assinou um gol estrondoso nesta volta ao Hertha Berlim

Richter disputou sua terceira partida desde a descoberta do tumor nos testículos e marcou o segundo gol, com um chute fantástico no Estádio Olímpico

Marco Richter passou os últimos meses em recuperação. O ponta descobriu um tumor nos testículos em junho e realizou uma cirurgia para a retirada. Embora a biópsia tenha indicado que o tumor era maligno, não seria necessário realizar quimioterapia, graças ao tratamento rápido. Assim, em julho o alemão estava de volta aos treinos com o Hertha Berlim. Depois de estrear na Bundesliga há duas semanas, Richter marcou gol na rodada passada, para fechar a vitória sobre o Augsburg. Agora, o camisa 23 meteu um verdadeiro golaço no empate por 2 a 2 contra o Bayer Leverkusen dentro do Estádio Olímpico de Berlim. Um chute que reforça como está pleno.

Depois de uma primeira etapa com boas chances para os dois lados, o Leverkusen marcou o primeiro gol no Estádio Olímpico, aos quatro do segundo tempo. Kerem Demirbay cobrou com perfeição uma falta na entrada da área e mandou na gaveta. A reação do Hertha não demorou a se iniciar, com o empate arranjado por Suat Serdar cinco minutos depois, num contragolpe. E a virada seria cortesia de Richter, aos 29, sete minutos depois de sair do banco. O ponta matou no peito e, com a bola no alto, acertou uma chicotada da intermediária. Foi um balaço que ganhou altura e caiu direto no alto da meta defendida por Lukas Hradecky. Bela maneira de enfatizar sua recuperação após o tumor.

Cinco minutos depois, porém, o Leverkusen conseguiu novo empate. Robert Andrich cruzou e Patrik Schick fuzilou depois do corta-luz. O Hertha teve a chance da virada numa sequência de tentativas em que os berlinenses viram Odion Kossounou bloquear a bola com o braço. Entretanto, o pênalti não foi checado no monitor, numa decisão bastante contestável da arbitragem. Uma pena que a tarde especial de Richter não tenha terminado com vitória.

Os dois times estão na parte inferior da tabela. O Hertha Berlim soma cinco pontos e beira a zona do rebaixamento. Já o Bayer Leverkusen caiu para o penúltimo lugar, com quatro pontos, num momento de muitos questionamentos ao redor do time.

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo