Bundesliga

O Frankfurt vê a Champions mais clara no horizonte, ao derrotar o Dortmund dentro do Signal Iduna Park

A Bundesliga voltou com uma partida essencial na luta pela quarta vaga à Champions League. Borussia Dortmund e Eintracht Frankfurt se viam separados por apenas quatro pontos na tabela, com os aurinegros precisando urgentemente do triunfo no Signal Iduna Park. Contudo, como de costume nesta temporada, o BVB decepcionou e permitiu que as Águias deslanchassem – numa derrota que pode custar a saída de alguns dos destaques do elenco de Edin Terzic. O Frankfurt se mostrou muito mais consistente ao longo da tarde, mesmo que o triunfo por 2 a 1 tenha saído apenas no fim. André Silva, protagonista do time na campanha, foi decisivo e fincou o pé do time de Adi Hütter no G-4. Restando sete rodadas, sete pontos atrás, a missão do Dortmund é delicadíssima.

O Eintracht Frankfurt era bem mais afirmativo durante os primeiros minutos e não precisou de muito para sair na frente. Mats Hummels já tinha parado Amin Younes, até que o gol viesse aos 11. Filip Kostic avançou à linha de fundo, cruzou e, na tentativa de se antecipar na marcação, Nico Schulz cabeceou contra as próprias redes. O gol baqueou o Dortmund, com dificuldades para atacar em velocidade e romper a marcação das Águias.

Erling Braut Haaland apareceu por volta dos 20 minutos, mas deu sequência à forma ruim vista na Data Fifa. O centroavante desperdiçou duas chances que costuma guardar – a segunda, parado por Kevin Trapp no mano a mano. Apesar da melhora do Dortmund, o Frankfurt continuava sendo perigoso e viu um pênalti negado pela arbitragem por um toque de mão aos 40. Os aurinegros só criaram uma breve esperança aos 45, quando uma cobrança de escanteio permitiu que os anfitriões empatassem. Hummels pegou bonito na bola para deixar tudo igual.

O empate não fez o jogo virar para o Dortmund durante o segundo tempo, porém. Mesmo com a saída de Amin Younes, o Frankfurt voltou melhor do intervalo e rondava a área adversária. Os aurinegros logo passaram a responder dentro de alguns minutos e parecia um jogo suficientemente aberto. Aos 20, o segundo gol das Águias, anotado por Stefan Ilsanker, acabou anulado por impedimento. Já a sequência parecia pender um pouco mais ao BVB, por mais que os anfitriões pecassem nas finalizações. Haaland seguia descalibrado.

Apesar das necessidades do Dortmund, o Frankfurt foi melhor em sua estratégia e conseguiu se impor na reta final da partida. Os ataques visitantes fluíam melhor, com boas ações diretas. Daichi Kamada entrou bem no lugar de Younes e era um dos motores da equipe, quase entregando o gol da vitória para Djibril Sow, que bateu para fora. O tento decisivo veio aos 42, com o artilheiro André Silva, em mais um serviço de Kostic. Depois do contra-ataque puxado por Luka Jovic, Kostic cruzou no capricho e André cumprimentou. No fim, Emre Can ainda tentou o empate nos acréscimos, mas Sow salvou os visitantes.

O Eintracht Frankfurt havia caído um pouco em março, mas emenda a segunda vitória consecutiva e abre sete pontos de vantagem sobre o Dortmund. São 50 pontos para o time de Adi Hütter, cada vez mais pronto para voltar à Champions depois de 61 anos. Já o BVB fica com 43 pontos, prejudicado pela irregularidade recente. Não está garantido nem na Liga Europa, à frente do Bayer Leverkusen apenas no saldo de gols. Vale destacar ainda que, com 22 gols, André Silva ultrapassou Haaland como vice-artilheiro do campeonato.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo